sicnot

Perfil

Desporto

TAS reverte decisão da UEFA e atribui vitória à Albânia sobre a Sérvia

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) atribuiu hoje uma vitória por 3-0 à Albânia no jogo com a Sérvia, do Grupo I de qualificação para o Europeu de futebol de 2016, que integra Portugal, revertendo a decisão da UEFA.

A partida disputada em Belgrado foi interrompida aos 42 minutos, quando jogadores das duas equipas se envolverem em confrontos, depois de um "drone" telecomandado ter sobrevoado o relvado com uma bandeira da Grande Albânia, projeto nacionalista destinado a unir na mesma entidade as comunidades albanesas na Albânia, Kosovo, Montenegro, Macedónia e sul da Sérvia.

A partida disputada em Belgrado foi interrompida aos 42 minutos, quando jogadores das duas equipas se envolverem em confrontos, depois de um "drone" telecomandado ter sobrevoado o relvado com uma bandeira da Grande Albânia, projeto nacionalista destinado a unir na mesma entidade as comunidades albanesas na Albânia, Kosovo, Montenegro, Macedónia e sul da Sérvia.

© Marko Djurica / Reuters

A UEFA tinha inicialmente atribuído uma vitória por 3-0 aos sérvios no encontro disputado a 14 de outubro de 2014 e que foi interrompido aos 42 minutos, por razões de segurança, mas também retirado à seleção da Sérvia os três pontos correspondentes ao triunfo.

O TAS, de acordo com a nota publicada no seu sítio oficial na Internet, entendeu que não ficou provado -- como considerou a UEFA -- que a seleção albanesa recusou regressar ao jogo e que o árbitro inglês Martin Atkinson tenha emitido uma "ordem clara, direta e incondicional" para que os jogadores reatassem a partida.

O tribunal com sede em Lausana, na Suíça, manteve a multa de 100.000 euros aplicada pelo organismo que rege o futebol europeu à federação albanesa, por lhe atribuir a responsabilidade pelo aparecimento do 'drone' com uma bandeira da denominada 'Grande Albânia' sobre o estádio, em Belgrado, que esteve na base dos incidentes.

Relativamente à Sérvia, à qual foi atribuída uma derrota por 3-0, por falta de comparência, o TAS manteve as penalizações que a UEFA tinha inicialmente imposto: retirada de três pontos, realização de dois jogos na condição de visitada à porta fechada (dos quais já cumpriu um) e multa de 100.000 euros.

O encontro entre a Sérvia e a Albânia foi interrompido por Atkinson aos 42 minutos, quando jogadores das duas equipas e adeptos se envolverem em confrontos, depois de um 'drone' telecomandado ter sobrevoado o relvado com uma bandeira que representava um mapa da 'Grande Albânia'.

O Kosovo, ex-província sérvia de população maioritariamente albanesa, proclamou unilateralmente a independência em fevereiro de 2008. De alguns setores de Belgrado surgiram denúncias de um projeto visando a criação de uma 'Grande Albânia', reunindo as comunidades albanesas da Albânia, Kosovo, Montenegro, Macedónia e do sul da Sérvia.

Com a decisão do TAS, a Albânia igualou a Dinamarca no segundo lugar do Grupo I, ambas com 10 pontos, menos dois do que Portugal, líder isolado, enquanto a Sérvia mantém-se com um, em igualdade com a lanterna-vermelha Arménia.

Lusa

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Quando o cancro chega por mero acaso
    1:55

    Mundo

    Cerca de dois terços das mutações que ocorrem nas células cancerígenas devem-se ao acaso, segundo um estudo da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Em Portugal, o Diretor do Programa Nacional Doenças Oncológicas alerta para a importância de um diagnóstico precoce e um estilo de vida saudável como forma de reduzir a fatalidade.