sicnot

Perfil

Desporto

Lesão impede Fábio Coentrão de viajar com o Real Madrid para a Austrália

O futebolista internacional português Fábio Coentrão não vai integrar a comitiva do Real Madrid que viajará ainda hoje para a Austrália, a primeira paragem da digressão da equipa, devido a uma lesão na coxa direita.

Fábio Coentrão, que ainda não participou em nenhum treino da equipa, este ano orientada por Rafael Benitez, vai, segundo o Real Madrid, realizar o seu trabalho de recuperação no centro de estágio do clube. (Arquivo)

Fábio Coentrão, que ainda não participou em nenhum treino da equipa, este ano orientada por Rafael Benitez, vai, segundo o Real Madrid, realizar o seu trabalho de recuperação no centro de estágio do clube. (Arquivo)

© Ralph Orlowski / Reuters

Segundo informação disponibilizada pelo clube, o defesa foi examinado hoje num hospital de Madrid, onde lhe foi diagnosticada uma lesão na coxa direita, contraída durante as férias.

Fábio Coentrão, que ainda não participou em nenhum treino da equipa, este ano orientada por Rafael Benitez, vai, segundo o Real Madrid, realizar o seu trabalho de recuperação no centro de estágio do clube.

A 16 de junho, Fábio Coentrão foi substituído por Eliseu, aos 24 minutos, do particular Portugal-Itália (1-0) devido a um problema na coxa direita.

Na Austrália, o Real Madrid, equipa na qual alinham também os portugueses Cristiano Ronaldo e Pepe, disputará a 18 de julho, em Melbourne, com a Roma, e a 24 com o Manchester City a 'International Champions Cup'.

Lusa

  • Famílias das vítimas de Pedrógão criam associação para apurar responsabilidades
    2:13
  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15