sicnot

Perfil

Desporto

Real Madrid homenageia Casillas no Santiago Bernabéu

Real Madrid homenageia Casillas no Santiago Bernabéu

Iker Casillas despediu-se esta manhã dos adeptos do Real Madrid. Alguns milhares deslocaram-se ao Santiago Bernabéu para se despedir do guarda-redes, numa cerimónia marcada à última hora. O presidente do clube, Floretino Perez, fez a homenagem e revelou que está a acertar o FC Porto um jogo de despedida.

"Vamos fazer-lhe uma grande homenagem e estamos a falar com o FC Porto", disse Florentino Pérez, acrescentando que se trataria de uma partida de homenagem ao futebolista, no Santiago Bernabéu, em Madrid.

"Estamos a pensar em 12 de agosto. Assinámos um acordo com o FC Porto. Não sei se será neste verão, mas será o mais rapidamente possível", salientou.

O guarda-redes internacional espanhol Iker Casillas, de 34 anos, assinou um contrato de duas épocas com o FC Porto, depois de ter representado o Real Madrid durante 25 anos, desde as camadas jovens.

O presidente do Real Madrid sublinhou que a decisão de sair para o FC Porto pertenceu exclusivamente a Iker Casillas e que ele próprio gostaria que o guarda-redes terminasse a carreira no Real Madrid.

"O Iker deixa-nos porque foi o seu desejo e temos de respeitar porque acreditamos que ganhou esse direito, incluindo que facilitássemos essa saída. (...) Ele toma a decisão de iniciar uma nova etapa desportiva depois dos últimos anos de grande pressão. Gostaríamos que terminasse aqui a carreira, mas tenho de respeitar essa decisão", afirmou Florentino Perez.

Por outro lado, o presidente do Real sublinhou que foi Iker Casillas quem quis "uma despedida austera e simples".

"Ainda que não fosse isso o que nós desejávamos. Por isso, estamos a trabalhar numa grande homenagem, com um jogo aqui no Bernabéu", disse Florentino Pérez, acrescentando que "as portas do clube estarão sempre abertas".

Sobre o FC Porto, o presidente do Real disse que Casillas "vai iniciar uma nova etapa numa grande equipa, numa cidade fantástica, com a sua família".

Já Iker Casillas começou a sua intervenção afirmando que já não se despediria mais.

"Esta é a definitiva, não haverá mais", brincou o jogador, que aguentou toda a sua curta declaração sem chorar.

Casillas agradeceu aos jornalistas e à direção do clube, mas sobretudo agradeceu a todos os madridistas.

"Ainda que tenhamos tido algumas discrepâncias, fico com os bons momentos, com os títulos ganhos, com a gente madridista. Sou mais um madridista, virei aqui puxar pelo Real sempre que puder e tentarei ser um embaixador do madridismo. Estejam convencidos de que levarei o nome do madridismo para onde quer que vá", concluiu.

Com Lusa

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.