sicnot

Perfil

Desporto

Fábio Capello deixa de ser selecionador da Rússia

A Federação de Futebol da Rússia anunciou hoje, em comunicado, a demissão do italiano Fabio Capello do cargo de selecionador, que ocupava desde 2012.

O selecionador da Rússia, o italiano Fabio Capello.

O selecionador da Rússia, o italiano Fabio Capello.

© Murad Sezer / Reuters

"A Federação de Futebol da Rússia e o treinador da equipa nacional Fabio Capello decidiram, por mútuo acordo, terminar o contrato de trabalho", lê-se no comunicado.

Fabio Capello chegou à seleção russa em 2012, depois de ter estado com a Inglaterra no Europeu, levando o conjunto de leste ao Mundial2014, no qual foi eliminado logo na primeira fase, sem qualquer triunfo.

Na qualificação para o Euro2016, a Rússia ocupa atualmente o terceiro lugar do Grupo G, a oito pontos da Áustria e a quatro da Suécia.

A sua passagem pela seleção russa não foi pacífica, tendo sido noticiados salários em atraso, numa situação que levou mesmo à intervenção do Governo.

Antes de chegar à seleção da Rússia, Capello já tinha treinado a Inglaterra, naquela que foi a sua primeira experiência como selecionador, depois de passagens por AC Milan, Real Madrid, Roma e Juventus.

Lusa

  • Vidas de fogo
    12:04

    Reportagem Especial

    Este ano durante o período mais crítico dos fogos, estão no terreno quase dez mil operacionais, a maioria bombeiros voluntários. A Reportagem Especial da SIC deste domingo "Vidas de fogo" dá a conhecer histórias de bombeiros que sobreviveram às chamas enquanto serviam o país.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.