sicnot

Perfil

Desporto

Vítor Baía alerta Iker Casillas para que FC Porto também exige "pressão"

O antigo guarda-redes Vítor Baía alertou hoje Iker Casillas para a "pressão" que vai manter por representar o FC Porto, a quem considera ir beneficiar em termos desportivos e ao nível da notoriedade internacional.

© Sergio Moraes / Reuters

"Vem para um clube ganhador. Os adeptos sentem e vivem de forma diferente tudo o que tem a ver com o FC Porto. Terá de se adaptar rápido, pois não vai ter menos pressão do que no Real Madrid", disse.

Em declarações à agência Lusa, o antigo '99' dos 'dragões' entende que o espanhol "vale pela sua experiência", considerando que "é isso que o balneário do FC Porto precisa, uma referência".

"Acima de tudo, o grupo ganha experiência. Um líder. Alguém que poderá ser muito importante, principalmente nos momentos mais difíceis da temporada. Sem dúvida, é uma referência. Embora não tenha feito a formação no FC Porto, é um jogador de grande experiência, que se irá adaptar sem qualquer problema", completou.

Vítor Baía elogia "um dos melhores guarda-rede da história do futebol espanhol e mundial, com um currículo extraordinário", destacando o facto de Casillas ser "uma autêntica marca, que será importante a todos os níveis, não apenas na componente desportiva".

"É uma marca e daí ter todo o entorno à sua volta, uma máquina, todo o mediatismo. Tem grande importância. É um novo ciclo na sua carreira. Terá obrigatoriamente de estar à altura da responsabilidade que é defender a baliza com a importância da do FC Porto", reforçou.

Vítor Baía entende que sobram fatores de motivação ao titular da seleção de futebol de Espanha, entre os quais manter esse estatuto: "A própria dignidade do jogador e querer mostrar ao antigo clube que está na plenitude das suas faculdades".

"E por se sentir motivado e com capacidade para iniciar um novo ciclo. E também uma questão muito importante que é querer manter a titularidade da sua seleção. Tudo junto fez com que viesse para o FC Porto. E não se pode dissociar a relação com o próprio treinador", completou.

O antigo atleta e dirigente portista espera que o clube aproveite a 'marca' Iker Casillas, pois entende que o espanhol pode abrir "novos horizontes internacionais em termos de expansão da marca".

"Assim aproveitem, pois já perderam várias oportunidades com conquistas importantíssimos em termos internacionais ao longo dos anos. Não foi aproveitado esse manancial de notoriedade ao longo dos anos", considerou.

Baía recorda ainda quando, na época 2003/04, num Real Madrid-FC Porto, o jovem Iker lhe foi pedir a camisola, após o final do desafio, que terminou 1-1.

"Estava no início da carreira e veio pedir-me a camisola, porque tinha uma admiração muito grande por mim dos tempos de Barcelona. Trocámos de camisola e eu guardo a do seu início de carreira e ele a minha no trajeto que nos levou a ser campeões da Europa", contou.

A terminar, desvalorizou os comentários dos pais de Iker Casillas, tementes de que o guarda-redes termine a carreira "arruinado como Vítor Baía".

"Vendo o que é a relação dos próprios pais com o Iker, não me merece qualquer comentário, acima de tudo pelo respeito que tenho pelo Iker. Acima de tudo, por isso. Quero é desejar-lhe muitas, mas muitas felicidades nesta sua nova etapa. Tendo sucesso é sinal de que o FC Porto também o tem e é o que desejo", vincou.

Recordou ainda que nada beliscará a "ligação umbilical tão forte que se irá perpetuar para toda a vida" com o FC Porto, nomeadamente o seu "sentimento genuíno (...) de amor ao clube, pessoas e seus adeptos".

Lusa

  • Lixo, para que te quero?
    23:17
  • Tuk-tuk em protesto oferecem hoje passeios gratuitos em Lisboa

    País

    A Associação Portuguesa de Empresas de Congressos, Animação Turística e Eventos (APECATE) promove hoje a iniciativa "Cá vai Lisboa", com passeios gratuitos de tuk-tuk, para alertar a população para a "problemática" regulamentação municipal deste tipo de veículos.

  • Ricardo Robles apresentado como candidato do BE a Lisboa
    1:31

    Autárquicas 2017

    Ricardo Robles foi formalmente apresentado este sábado como candidato do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal de Lisboa. No encerramento da convenção autárquica do partido, Catarina Martins fez críticas ao Governo, dizendo que o projeto de descentralização do Executivo é perigoso e ameaça a democracia.

  • Pavilhão Carlos Lopes esteve encerrado durante 14 anos
    2:27