sicnot

Perfil

Desporto

Ivan Cavaleiro volta a marcar pelo Mónaco na vitória sobre o PSV

Ivan Cavaleiro voltou esta sexta-feira a marcar na vitória por 3-1 do Mónaco frente ao PSV Eindhoven, em jogo de futebol de preparação, depois de já o ter feito na estreia perante o Queens Park Rangers.

O ex-avançado do Benfica, que custou 15 milhões de euros ao clube monegasco, marcou ao minuto 17, de penálti.

O ex-avançado do Benfica, que custou 15 milhões de euros ao clube monegasco, marcou ao minuto 17, de penálti.

AS Monaco

O ex-avançado do Benfica, que custou 15 milhões de euros ao clube monegasco, marcou ao minuto 17 de penálti, curiosamente o mesmo minuto em que se estreou a marcar no primeiro jogo de preparação frente aos ingleses, na passada terça-feira.

O treinador Leonardo Jardim colocou três jogadores portugueses no onze inicial da equipa do Principado, Ricardo Carvalho e João Moutinho, além do já referido Ivan Cavaleiro, e só não foram quatro porque Bernardo Silva regressou do Euro2105 de sub-21 com uma rotura muscular e está em recuperação da lesão.

Os restantes golos surgiram nos minutos finais, o primeiro aos 84 minutos, que restabeleceu o empate para os holandeses, por intermédio de Locadia, mas o Mónaco marcaria mais dois, aos 85 e aos 88, por Elderson, ex-lateral esquerdo do Sporting de Braga, e Martial, fixando o resultado final em 3-1.

Lusa

  • Três letras de Zeca Afonso

    Cultura

    No dia em que se assinalam 30 anos da morte de Zeca Afonso, Raquel Marinho, jornalista da SIC e divulgadora de poesia portuguesa contemporânea, escolhe três letras do cantor e autor para dizer, em forma de homenagem.

    Raquel Marinho

  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.