sicnot

Perfil

Desporto

Nelson Évora fica em 4º no Mónaco com 17,11 metros

O saltador português Nelson Évora foi hoje quarto classificado no Meeting do Mónaco, da Liga de Diamante de atletismo, com 17,11 metros (vento nulo).

Nelson Évora é um dos 11 atletas portugueses já qualificados para o Rio2016 (Reuters/ Arquivo)

Nelson Évora é um dos 11 atletas portugueses já qualificados para o Rio2016 (Reuters/ Arquivo)

© Phil Noble / Reuters

O habitual despique entre o norte-americano Christian Taylor (17,75) e o cubano Pedro Pablo Pichardo (17,73), voltou a ser favorável ao atleta dos Estados Unidos, mas o nível da prova foi algo inferior ao da semana passada, em Lausana. Na terceira posição voltou a colocar-se o norte-americano Omar Craddock, com 17,35.

Nelson Évora, que há uma semana havia conseguido 17,24, voltou a passar os 17 metros, mas desta feita com 17,11, ao terceiro ensaio. Fez outros saltos a 16,83 (1.º), 16,60 (2.º), 16,84 (5.º) e 16,91 (6.º).

O dia ficou ainda marcado pelo feito da etíope Genzebe Dibaba, que bateu o recorde mundial dos 1.500 metros, com 3.50,07 minutos. O anterior máximo pertencia desde 1993 à chinesa Yunxia Qu, com 3.50,46.

Entretanto, Tsanko Arnaudov foi oitavo (último) na sua estreia em meetings da Liga de Diamante, com 19,45 metros no lançamento do peso, prova ganha pelo norte-americano Joe Kovacs, com 22,56, melhor marca mundial do ano.

A seleção portuguesa foi segunda nos 4x100 metros, com 39,05 segundos, aquém dos 38,94 conseguidos na semana passada, em Madrid. A equipa foi constituída por Edi Sousa, Francis Obikwelu, Arnaldo Abrantes e Yazaldes Nascimento. A prova foi ganha por uma formação dos Estados Unidos, com quatro dos melhores especialistas mundiais, entre os quais Justin Gatlin e Tyson Gay, que conseguiu 37,87. A França foi terceira, com 39,64, e a Itália não concluiu a prova.

Lusa