sicnot

Perfil

Desporto

Primeiro-ministro japonês ordena revisão completa do projeto do estádio dos Olímpicos de 2020

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, ordenou hoje uma revisão completa ao projeto do futuro estádio dos Olímpicos de Tóquio, em 2020, em reação às inúmeras críticas aos custos estimados no equivalente a 1,87 mil milhões de euros.

© KYODO Kyodo / Reuters

"Decidi rever inteiramente os planos e começar do zero", afirmou Shinzo Abe aos jornalistas, após um encontro com o presidente do comité organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio, Yoshiro Mori.

"Tomei esta decisão porque tenho a garantia de que podemos definitivamente terminar a construção a tempo (...). Por outro lado, o estádio não vai estar pronto para acolher o Mundial de Râguebi", em 2019, lamentou, reafirmando o apoio do governo ao evento, cujos organizadores têm agora que procurar alternativas.

Os resultados de uma sondagem realizada pela televisão estatal japonesa NHK, divulgados esta semana, indicam que oito em cada dez japoneses rejeitam a construção do polémico novo estádio olímpico, cujos custos duplicaram face ao orçamento inicial.

As novas instalações desportivas têm estado envolvidas em polémica sobretudo desde que foi selecionado, em 2012, o projeto da arquiteta iraquiana Zaha Hadid pela sua dimensão faraónica e por não estar adaptado ao ambiente urbano que envolve o recinto, a ser construído sobre o antigo estádio dos Jogos Olímpicos de 1964

Inicialmente, o orçamento era de 162 mil milhões de ienes (1,2 mil milhões de euros), mas o montante foi revisto em alta para 252 mil milhões de ienes (1,87 mil milhões de euros), verba nunca vista na história do desporto. A título de comparação, o estádio 'sede' dos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres, custou 680 milhões de euros, enquanto o de Pequim, na edição anterior, 455 milhões.

Lusa

  • Carro que atropelou adepto encontrado na casa de um amigo do suspeito
    2:18

    Desporto

    O carro que terá atropelado o adepto italiano que morreu junto ao Estádio da Luz foi encontrado esta terça-feira, numa garagem na Amadora, na casa de um amigo do suspeito. Trata-se de um homem na casa dos 30 anos que pertence à claque No Name boys e é agora procurado pela Polícia Judiciária.

  • Os filhos do divórcio
    20:50
  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC

  • Avião divergiu para as Lajes devido a discussão a bordo

    País

    Um avião da companhia aérea British Airways divergiu hoje para o aeroporto das Lajes, na ilha Terceira, nos Açores, devido a uma discussão a bordo entre um casal de passageiros e a tripulação, informou hoje a Força Aérea Portuguesa.

  • Web Summit inaugura primeiro escritório fora da Irlanda em Lisboa
    1:58

    Web Summit

    A Web Summit inaugurou em Lisboa o primeiro escritório fora da Irlanda, que vai dar emprego a 20 pessoas, algumas portuguesas. O próximo objectivo é alargar eventos a outros pontos do país. A conferência internacional regressa a Lisboa entre 6 e 9 de novembro e, a organização espera ter 60 mil participantes.

  • Ivanka Trump vaiada por defender o pai durante debate sobre igualdade de género
    1:51

    Mundo

    Com o propósito de criar pontes com Donald Trump, a chanceler alemã Angela Merkel convidou a filha mais velha do Presidente norte-americano para participar numa cimeira. No entanto as coisas não correram muito bem e Ivanka Trump foi vaiada pela audiência por ter defendido o pai quando o assunto era a igualdade de género. 

  • Irmã da mulher mais pesada do mundo acusa hospital de mentir

    Mundo

    A irmã da mulher egípcia que se acreditava ser a mais pesada do mundo acusou os médicos de mentirem acerca da sua perda de peso. No entanto, o hospital que realizou a cirurgia bariátrica já respondeu às acusações, defendendo que a mulher pesa agora 172 quilos.