sicnot

Perfil

Desporto

Camisola amarela da Volta à França atingido com urina

O britânico Chris Froome, camisola amarela da Volta a França, revelou hoje que foi atingido com urina por um espetador durante a 14ª etapa da prova de ciclismo.

© Stefano Rellandini / Reuters

"Foi aos 50 ou aos 60 quilómetros, um tipo atirou-me um copo de urina, enquanto me chamava dopado. Isto deve-se às reportagens irresponsáveis que foram feitas nos últimos dias", acusou o líder da Sky, que nos últimos dias tem visto as suas performances repetidamente questionadas pela imprensa francesa e internacional.

Froome mostrou-se profundamente desiludido: "Não acuso o público, já que a maioria nos apoia. Esse homem faz parte de uma minoria."

Hoje de manhã, antes da partida para a 14.ª etapa, o seu colega Richie Porte revelou que recebeu um murro de um espetador no final da etapa de terça-feira.

"São tão contra qualquer coisa que nós façamos. Mereço ser assobiado? O Chris merece isto? Não me parece. Talvez em dez anos percebam que estas vitórias são legítimas", argumentou o australiano, que confessou ter discutido com o público depois de ter levado um murro.

Rivalidade francesa entregou primeiro triunfo à MTN-Qhubeka

Thibaut Pinot e Romain Bardet levaram hoje às últimas consequências a sua rivalidade, entregando a vitória a Stephen Cummings, numa etapa em que Nairo Quintana subiu ao segundo lugar.

Tidos como as duas grandes promessas do ciclismo francês para os próximos anos, Thibaut Pinot (FDJ), terceiro do Tour2014, e Romain Bardet (AG2R-La Mondiale), sexto, não se entenderam no último quilómetro da subida até Mende, preferiram não colaborar, anulando-se, e viram como o britânico da MTN-Qhubeka, vindo da numerosa fuga do dia, os ultrapassava a grande velocidade para dar à equipa sul-africana o primeiro triunfo da sua história na Volta a França.

A imagem de Bardet, furioso, a bater no capacete enquanto Cummings festejava, revelava bem o erro crasso cometido pelos dois ciclistas gauleses.

Tiago Machado (Katusha) foi o primeiro português, no 59.º posto, a 09.44 minutos do primeiro, e Nelson Oliveira (Lampre-Merida) e José Mendes (Bora-Argon 18) chegaram juntos, a 12.39.

O ciclista da Katusha vai partir para a 15.ª etapa, uma ligação de 183 quilómetros entre Mende e Valence que se disputa no domingo, na 50.ª posição da geral, enquanto Oliveira sairá da 78.ª e Mendes da 148.ª.

Com Lusa

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.