sicnot

Perfil

Desporto

Portugal bate Rússia e vai à final do Mundial de futebol de praia

ÚLTIMA HORA

Portugal bateu a Rússia por 4-2 e está na final do Mundial de futebol de praia, na qual vai encontrar o Taiti, numa meia-final em que os russos tiveram dois jogadores expulsos e Be Martins bisou.

A seleção portuguesa, que no mês passado se sagrou campeã mundial em Espinho, soma 1.885 pontos contra 1.454 do Taiti (vice-campeão mundial), numa classificação que tem a Rússia (1.400) no terceiro lugar e o Brasil (1.220) no quarto.

A seleção portuguesa, que no mês passado se sagrou campeã mundial em Espinho, soma 1.885 pontos contra 1.454 do Taiti (vice-campeão mundial), numa classificação que tem a Rússia (1.400) no terceiro lugar e o Brasil (1.220) no quarto.

FERNANDO VELUDO / Lusa

Sem poder contar com op lesionado Torres, a equipa portuguesa enfrentou uma seleção russa na máxima força, mas que pouco mais conseguiu fazer do que manter a habitual eficiência nas bolas paradas.

Os russos ainda estiveram na frente do marcador, mercê de um livre direto cobrado por Makarov, aos oito minutos,,mas esta vantagem durou pouco ,já que Jordan, com uma "bomba" do meio-campo, surpreendeu Bukhlitskiy e estreou-se na lista de marcadores do campeonato.

A fase final do período inaugural foi fulcral para Portugal, que viu Be Martins fazer o 2-1 em cima dos 12 minutos, mas uma desatenção da defesa lusa, logo a abrir o segundo parcial, a Shishin, de cabeça, empatar, tendo o jogador russo acabado expulso por exagerar nos festejos.

O equilíbrio foi-se mantendo ao longo do terceiro período, mas a equipa lusa foi mais forte na reta final, superioridade confirmada com os tentos de Bru no Novo (34) e de Be Martins (35).

Jogo na Praia da Baía, em Espinho.

Portugal - Rússia, 4-2.

No final do primeiro período: 2-1.

No final do segundo período: 2-2.

Marcadores:

0-1, Makarov, 08 minutos.

1-1, Jordan, 09.

2-1, Be Martins, 11.

2-2, Shishin, 13.

3-2, Bruno Novo, 34.

4-2, Be Martins, 35.

Equipas:

- Portugal: Andrade, Jordan, Madjer, Bruno Novo e Belchior. Jogaram ainda, Coimbra, Be Martins, Alan, Zé Maria e Leo Martins.

Selecionador: Mário Narciso.

- Rússia: Bukhlitskiy, Makarov, Shkarin, Leonov e Shaikov. Jogaram ainda, Krasheninnikov, Paporotnyi, Romanov, Shishin, Gorchinskiy, Peremitin e Ostrovskii.

Selecionador: Mikhail Likachev.

Árbitros: Lukazs Ostrowski (Polónia) e Ivo de Moraes (Brasil).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Leonov (22), Krasheninnikov (23 e 34), Makarov (35), Be Martins (35). Cartão vermelho para Shishin (13) e Krasheninnikov (34).

Assistência: 3.500 espetadores.

Lusa

  • Marinha e Exército dão luz verde ao Aeroporto do Montijo

    País

    De acordo com a edição deste domingo do Diário de Notícias, o Exército e a Marinha já comunicaram à Força Aérea disponibilidade para desocupar parcialmente a base aérea e o Montijo se transformar num num aeroporto complementar ao de Lisboa.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.