sicnot

Perfil

Desporto

Funeral do piloto Jules Bianchi realiza-se na terça-feira

O funeral de Jules Bianchi, o piloto francês de Fórmula 1 que morreu na sexta-feira, após ter passado nove meses em coma, vai realizar-se na terça-feira, em Nice, sua terra na natal.

AHMAD YUSNI

As cerimónias fúnebres realizam-se na catedral Sainte-Réparate, no centro da cidade, a partir das 09:00 locais (10:00 em Lisboa).

O piloto de 25 anos morreu no Centro Hospitalar da Universidade de Nice, no sul de França, onde permanecia em coma desde o acidente ocorrido a 05 de outubro de 2014 no circuito de Suzuka.

Bianchi ficou gravemente ferido depois de o seu monolugar ter embatido contra uma grua que tentava remover o carro do alemão Adrian Sutil (Sauber), que se tinha despistado no local, numa corrida disputada em condições climatéricas muito adversas.

O piloto da Marussia, que sofreu uma "lesão axional difusa", uma das formas mais graves de traumatismo cerebral, estava em coma na unidade de Nice, para onde foi transferido, em novembro, depois de ter recebido os cuidados iniciais no Japão.

Bianchi, que completava 26 anos no próximo mês, juntou-se à escuderia anglo-russa em 2013, tendo corrido em 34 Grandes Prémios e somado dois pontos no campeonato mundial até ao acidente no circuito de Suzuka.

Lusa

  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • Jovens impedidas de embarcar de leggings

    Mundo

    A moda das calças-elásticas-super-justas volta a fazer estragos. Desta vez nos EUA onde duas adolescentes foram impedidas de embarcar num voo da United Airlines devido à indumentária, que não cumpria com as regras dos tripulantes ou acompanhantes da companhia aérea norte-americana.

    Manuela Vicêncio

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41