sicnot

Perfil

Desporto

Funeral do piloto Jules Bianchi realiza-se na terça-feira

O funeral de Jules Bianchi, o piloto francês de Fórmula 1 que morreu na sexta-feira, após ter passado nove meses em coma, vai realizar-se na terça-feira, em Nice, sua terra na natal.

AHMAD YUSNI

As cerimónias fúnebres realizam-se na catedral Sainte-Réparate, no centro da cidade, a partir das 09:00 locais (10:00 em Lisboa).

O piloto de 25 anos morreu no Centro Hospitalar da Universidade de Nice, no sul de França, onde permanecia em coma desde o acidente ocorrido a 05 de outubro de 2014 no circuito de Suzuka.

Bianchi ficou gravemente ferido depois de o seu monolugar ter embatido contra uma grua que tentava remover o carro do alemão Adrian Sutil (Sauber), que se tinha despistado no local, numa corrida disputada em condições climatéricas muito adversas.

O piloto da Marussia, que sofreu uma "lesão axional difusa", uma das formas mais graves de traumatismo cerebral, estava em coma na unidade de Nice, para onde foi transferido, em novembro, depois de ter recebido os cuidados iniciais no Japão.

Bianchi, que completava 26 anos no próximo mês, juntou-se à escuderia anglo-russa em 2013, tendo corrido em 34 Grandes Prémios e somado dois pontos no campeonato mundial até ao acidente no circuito de Suzuka.

Lusa

  • Desde 2005 morreram 72 bombeiros mas ninguém sabe quantos ficaram feridos
    2:02

    Reportagem Especial

    "Vidas de Fogo" é a Reportagem Especial desta noite, sobre os bombeiros feridos em combate a incêndios florestais. Este ano, durante o período mais crítico dos fogos, vão estar no terreno quase 10.000 operacionais. Grande parte são bombeiros voluntários. Vamos contar cinco casos de bombeiros feridos em combate e tentar saber como se recupera de um acidente, como se vive depois de queimado e como se lida com a morte de colegas durante um fogo.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.