sicnot

Perfil

Desporto

Hulk alvo de insultos racistas na Rússia

O futebolista internacional brasileiro Hulk, ex-FC Porto, voltou a ser vítima de racismo durante o encontro de sexta-feira entre o Zenit e o Dinamo de Moscovo, que marcou o início do campeonato russo.

"É uma vergonha. Isto não devia acontecer. Mas a verdade é que acontece em quase todos os jogos na Rússia", desabafou o avançado brasileiro num encontro com jornalistas.

"É uma vergonha. Isto não devia acontecer. Mas a verdade é que acontece em quase todos os jogos na Rússia", desabafou o avançado brasileiro num encontro com jornalistas.

© Maxim Shemetov / Reuters

"É uma vergonha. Isto não devia acontecer. Mas a verdade é que acontece em quase todos os jogos na Rússia", desabafou o avançado brasileiro num encontro com jornalistas, depois em referência aos insultos no jogo, ganho pelo Zenit por 2-1.

A cumprir a quarta época ao serviço da equipa russa, atual campeã, Hulk confessa que aprendeu a reagir de forma menos impetuosa.

"Antes, quando acontecia comigo, eu ficava chateado. Mas aprendi que ficar chateado é inútil. Agora mando beijos para aqueles que me insultam", disse o jogador.

A preocupação de Hulk aumenta quando se fala do Mundial2018, que se realiza precisamente na Rússia.

"Se isto [racismo] acontecer durante a prova, seria muito feio. É preciso combater o racismo e punir quem o leva para os estádios", concluiu o internacional brasileiro.

Hulk é colega dos portugueses Neto e Danny no Zenit, clube treinado pelo também português André Villas-Boas.

Lusa

  • 10 Minutos com Eurico Reis
    11:20

    10 Minutos

    Há quatro meses que Portugal é um dos poucos países europeus onde é possível recorrer à gestação de substituição. E há já um casal que teve luz verde para começar os tratamentos. Para um balanço, foi nosso convidado Eurico Reis, juiz desembargador e presidente do Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida, a entidade que autoriza os processos de gestação de substituição.

    Entrevista completa

  • Parlamento discute utilização de animais no circo
    2:01
  • Seis meses depois da tragédia de Pedrógão Grande
    5:55

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Assinalou-se este domingo meio ano desde que o país ficou em choque com o rasto de morte e destruição causado pelos incêndios florestais na região centro. A tragédia de Pedrogão Grande foi há precisamente seis meses. Enquanto segue a reconstrução no tempo possível e com o Natal à porta, a vida prossegue, mas não voltará a ser mesma.

  • A inédita entrevista do príncipe Harry a Barack Obama
    0:47

    Mundo

    Foi divulgado um vídeo pouco habitual em que aparece o príncipe Harry a entrevistar Barack Obama para um programa de rádio. A conversa foi gravada em setembro, durante um evento desportivo para militares com deficiência, e será transmitida na íntegra no dia 27 de dezembro.