sicnot

Perfil

Desporto

Platini congratula-se com conclusões do Comité Executivo da FIFA

O francês Michel Platini, atual presidente da UEFA, congratulou-se com as conclusões de hoje do Comité Executivo da FIFA, sem no entanto assumir que poderá ser candidato à sucessão de Joseph Blatter.

© Charles Platiau / Reuters

Depois de se saber que Blatter não se vai candidatar de novo à presidência da FIFA e de que já há uma data para as eleições (26 de fevereiro de 2016), Platini comentou que "se pode olhar para uma nova liderança que certamente trará novas ideias e novas soluções".

"Este é um tempo entusiasmante para a FIFA, porque podemos trabalhar em conjunto para implementá-la e reestruturá-la, para bem do jogo", disse ainda o dirigente e antigo futebolista francês.

Platini considerou a criação de um grupo de trabalho para reformar a FIFA "um passo importante para implementar processos globais e transparência na organização".

"Temos agora de nos certificar de que as reformas delineadas hoje serão feita de uma forma rápida e eficaz. Precisamos reformar a FIFA e precisamos fazê-lo agora", referiu ainda.

Caso avance com uma candidatura, o antigo internacional francês, agora com 60 anos, é considerado um dos principais favoritos a vencer as eleições, depois de ter garantido o apoio de quatro das seis confederações mundiais. Apenas a Confederação Africana de Futebol (CAF) e a confederação da Oceânia não apoiariam o atual líder da UEFA.

"Ele está seriamente a pensar em candidatar-se. Irá tomar uma decisão num período máximo de duas semanas para fechar a porta a qualquer adversário que possa surgir", avançou uma fonte citada pela agência AFP.

A FIFA foi atingida no final de maio por um escândalo de corrupção que levou Joseph Blatter a apresentar a demissão.

O escândalo rebentou quando, a 27 de maio, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos indiciou nove dirigentes ou ex-dirigentes e cinco parceiros da FIFA, acusando-os de associação criminosa e corrupção nos últimos 24 anos, num caso em que estarão em causa subornos no valor de 151 milhões de dólares (quase 140 milhões de euros).

A acusação surgiu depois de o Ministério da Justiça e a polícia da Suíça terem detido sete membros da FIFA, num hotel de Zurique.

Dois dias depois, apesar do escândalo, Joseph Blatter, de 79 anos, foi reeleito para um quinto mandato à frente do organismo, mas acabou por se demitir.

Lusa

  • Há companhias aéreas a contratar. TAP é uma delas
    1:28
  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos.

  • Na linha do triunfo
    16:49
  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57