sicnot

Perfil

Desporto

Alberto Contador "muito afetado" por queda na Volta a França

O ciclista espanhol Alberto Contador (Tinkoff-Saxo) revelou esta quarta-feira que ficou "muito afetado nas pernas e braço" na sequência de uma queda, na descida de Allos, no decorrer da 17ª etapa da Volta a França.

"De pensar em diminuir a desvantagem a perder quase três minutos e ainda assim estar agradecido", escreveu o líder da Tinkoff-Saxo. (Arquivo)

"De pensar em diminuir a desvantagem a perder quase três minutos e ainda assim estar agradecido", escreveu o líder da Tinkoff-Saxo. (Arquivo)

© Benoit Tessier / Reuters

"A roda escapou-me e caí. Tentámos [ele e os companheiros Peter Sagan e Michael Rogers] recuperar a bicicleta, mas estava estragada e o Sagan emprestou-me a sua. Tentei descer o melhor possível, mas no início da subida voltei a trocá-la pela minha para minimizar as perdas", explicou o vencedor das edições de 2007 e 2009 do Tour, assim que cortou a meta, com um atraso superior a dois minutos para o camisola amarela Chris Froome (Sky).

Com feridas na perna direita e num distante quinto lugar na geral, o madrileno não se deu por vencido: "O ciclismo é assim, umas vezes as coisas saem-te bem, outras não. Agora só quero por gelo".

Posteriormente, através da rede social Twitter, Contador revelou que ficou "muito afetado nas pernas e braço".

"De pensar em diminuir a desvantagem a perder quase três minutos e ainda assim estar agradecido", escreveu o líder da Tinkoff-Saxo.

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".