sicnot

Perfil

Desporto

Jackson Martínez agradece a toda a estrutura do FC Porto na hora da despedida

O colombiano Jackson Martinez, novo avançado do Atlético de Madrid, agradeceu hoje a toda a estrutura do FC Porto pelo carinho e apoio recebidos durante as três épocas em que representou o clube nortenho.

© Miguel Vidal / Reuters

"Começo como irei terminar o meu percurso no FC Porto, com um enorme sentimento de gratidão. Foram três anos a sentir diariamente o apoio do clube e, por isso, quero agradecer a todos", afirmou o avançado colombiano, na sua página oficial de Facebook, na qual, além do texto, publicou um vídeo com alguns dos seus melhores momentos de 'dragão' ao peito.

O internacional colombiano deixa ainda um agradecimento a todos os adeptos do FC Porto, dizendo que estes são especiais, pelo carinho, força e incentivo que transmitem à equipa em todos os momentos, além de demonstrarem sempre o seu amor pelo clube.

"Parto com o sentimento de dever cumprido, pois dei sempre o meu máximo por um clube, no qual cresci como pessoa e como jogador, sabendo ainda que posso contar sempre com o seu apoio", acrescentou o novo reforço do Atlético de Madrid.

Jackson Martínez, de 28 anos, formou-se nos colombianos do Independiente Medellín, antes de assinar pelos mexicanos do Jaguares, nos quais marcou 34 golos em 68 jogos, que levaram o FC Porto a pagar cerca de nove milhões de euros para adquirir o passe do atleta.

O avançado chegou ao FC Porto em 2012, no clube da cidade invicta foi por duas vezes o melhor marcador do campeonato, competição que conquistou por uma vez logo na primeira época, à qual juntou duas supertaças.

Pelos 'dragões' marcou ainda 92 golos em 136 jogos, registo que convenceu o Atlético de Madrid a desembolsar 35 milhões de euros pelo atacante, que será apresentado no domingo em pleno estádio Vicente Calderón, casa do clube madrileno.

Lusa

Obrigado! Começo como irei terminar, não apenas este texto mas principalmente o meu percurso no FC Porto: com um...

Posted by Jackson Martinez on Wednesday, July 22, 2015
  • Tragédia de Pedrógão Grande, seis meses depois

    País

    O incêndio que deflagrou há seis meses no concelho de Pedrógão Grande e que alastrou a concelhos vizinhos fez 66 mortos e 253 feridos, sete dos quais graves, destruiu meio milhar de casas e quase 50 empresas. Quarenta e sete das vítimas mortais seguiam em viaturas, no dia 17 de junho, e ficaram cercadas pelas chamas na EN (estrada nacional) 236-1, entre Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos ou em acessos a esta via.

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC