sicnot

Perfil

Desporto

Fernando Santos rejeita ideia de Portugal ter um grupo fácil para o Mundial2018

O selecionador português de futebol, Fernando Santos, rejeitou hoje a ideia de que Portugal ficou sorteado num grupo fácil no apuramento para o Mundial2018, com Suíça, Hungria, Ilhas Faroé, Letónia e Andorra.

© Hugo Correia / Reuters

"É preciso ter muita atenção, porque não é um grupo tão fácil como se calhar já se vai já começar a dizer a partir deste momento", disse Fernando Santos, ao sítio da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

O técnico português disse que Portugal "parte, naturalmente, como um dos favoritos", mas deixou claro que "isso aconteceria em qualquer grupo em que Portugal participasse".

Fernando Santos salientou a qualidades dos adversários, nomeadamente da Suíça, "uma equipa que tem evoluído muito, muito, muito".

Quanto à Hungria, "também é uma equipa que neste momento está em fase de crescimento, tem um treinador novo e tem muita ambição. Eu sei porque um dos convites que tinha antes de vir para a seleção portuguesa era da Hungria. Sei a aposta forte que querem fazer".

"Depois, temos uma seleção que as pessoas irão pensar que não é muito forte, que é o caso das Ilhas Faroé. É verdade que em termos de ranking não está ao nosso nível, mas venceu a Grécia nos últimos dois jogos", lembrou

De acordo com Fernando Santos, "é bom que se tenha muita atenção a estas equipas", mas mesmo às outras.

"A Letónia é uma equipa que eu conheço bem. Defrontei-a quatro vezes, nos apuramentos para o Mundial2012 e o Europeu2014. Não são jogos fáceis", disse.

E ainda há Andorra: "Se queremos ganhar... é obrigatório ganhar".

Quanto ao número de seleções, Fernando Santos congratulou-se por Portugal ter ficado num grupo de seis e não de cinco, como na corrida do Europeu de 2016.

"Fiquei satisfeito por ficar num grupo de seis equipas, porque os jogos particulares, no meio, causam sempre alguma estranheza no planeamento. Nesse aspeto, fiquei satisfeito", frisou.

Em conclusão e apesar de todas as dificuldades, Fernando Santos não tem dúvidas: "O objetivo é estar presentes (na fase final). Seria sempre, independentemente do sorteio".

Antes do Mundial2018 ainda vem, porém, o Europeu: "Primeiro, estou preocupado com o Euro2016, no bom sentido da palavra. Isso é que me interessa, mas, para o futuro... dizer já que nada é fácil".

Lusa

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.