sicnot

Perfil

Desporto

Luís Duque assume que chumbo do sorteio dos árbitros é derrota da Liga

O presidente da Liga de Clubes mostrou-se hoje desiludido com o chumbo do sorteio dos árbitros na Assembleia Geral (AG) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), mas avançando que a decisão não influenciará as eleições da Liga.

SIC

Na reunião magna, os 71 delegados da AG presentes (faltaram 13) reprovaram por larga maioria o sorteio dos árbitros, com 53 votos contra, 17 a favor e uma abstenção, e à saída da sede da FPF, em Lisboa, Luís Duque afirmou querer "mais transparência no que diz respeito à arbitragem".

"No sentido em que viu recusada a retificação do seu regulamento, é uma derrota da Liga, mas eu penso que não podemos ficar por aqui, porque o sinal está dado, a vontade da maioria dos clubes foi aqui manifestada. Aquilo que nós queremos é mais transparência no que diz respeito à arbitragem para salvaguardar a verdade desportiva, é esse o nosso propósito", afirmou.

Duque, que abandonou a sede da FPF antes de terminar a AG, deixou, no entanto, uma mensagem aos clubes que apoiaram a Liga nesta proposta, que, para o presidente da Liga, pretendem "mais rigor e transparência" em "prol da verdade desportiva".

"Alguns clubes deixaram algum sinal daquilo que pretendem, independentemente da solução apresentada a curto prazo. O que eles pretendem é mais rigor e ainda mais transparência, tudo isto em prol da verdade desportiva. Vamos ter de pensar num caminho de diálogo, de concertação, para poder mudar e melhorar", reiterou.

Luís Duque concorre novamente à presidência da Liga de clubes, na terça-feira, tendo o ex-árbitro internacional Pedro Proença como opositor, mas acredita que este chumbo não irá influenciar o ato eleitoral.

Lusa

  • 64, 65 ou 73, afinal quantas são as vítimas de Pedrógão?
    1:27
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC