sicnot

Perfil

Desporto

Golo de Madjer frente à Suíça considerado o melhor do Mundial de futebol de praia

O golo do português Madjer frente à Suíça foi considerado o melhor do Mundial de futebol de praia, competição disputada em Espinho e conquistada pela seleção portuguesa, anunciou esta terça-feira a FIFA no seu sítio oficial da internet.

O golo do torneio foi marcado no jogo dos quartos de final que opôs Portugal à Suíça.

O golo do torneio foi marcado no jogo dos quartos de final que opôs Portugal à Suíça.

ESTELA SILVA / Lusa

O golo do torneio foi marcado no jogo dos quartos de final que opôs Portugal à Suíça, numa altura em que os helvéticos perdiam por 4-2 e pressionavam a seleção lusa para reduzir a desvantagem no marcador.

No entanto, Madjer, uma das figuras da seleção lusa, marcou na altura o 5-2, no primeiro minuto do terceiro período, num remate de pé esquerdo, que descreveu um arco e entrou no ângulo superior direito da baliza defendida pelo suíço Nico Stalder.

A seleção portuguesa venceu o jogo com a Suíça por 7-3, acabando também por conquistar o primeiro Mundial da sua história, desde que a competição é organizada pela FIFA, após bater a Rússia nas meias-finais, por 4-2, e o Tahiti na final, por 5-3.

O golo do taitiano Tearii Labaste frente ao Paraguai e o tento do iraniano Mohammad Ahmadzadeh contra o México completam o pódio dos melhores golos do Mundial, ficando nas segunda e terceira posições, respetivamente.

Madjer, de 38 anos, arrecadou assim mais um troféu nesta competição, na qual, além do título de campeão mundial, também conquistou a bota de prata, referente ao segundo melhor marcador da competição, e a bola de bronze, correspondente ao terceiro melhor jogador da competição.

Lusa

  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Saída do Procedimento por Défice Excessivo marca debate no Parlamento
    1:40
  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.