sicnot

Perfil

Desporto

Benfica anuncia a contratação do holandês Bilal Ould-Chikh

O Benfica anunciou esta quinta-feira a contratação do futebolista holandês Bilal Ould-Chikh, que atuava no Twente, tendo o extremo assinado um contrato de cinco anos com o clube lisboeta.

O extremo de 18 anos, que também tem a nacionalidade marroquina, foi formado nas escolas do Twente. (Arquivo)

O extremo de 18 anos, que também tem a nacionalidade marroquina, foi formado nas escolas do Twente. (Arquivo)

DR

"Sei que é um grande clube, campeão português e que tem muitos bons jogadores. Sei que também vai jogar na Liga dos Campeões. É um novo começo para mim e estou muito feliz por estar aqui", afirmou Bilal Ould-Chikh em declarações à BTV, televisão oficial do Benfica.

O extremo de 18 anos, que também tem a nacionalidade marroquina, foi formado nas escolas do FC Twente e na última temporada estreou-se no futebol profissional, tendo realizado 18 jogos e marcado um golo pelo emblema de Enschede.

Lusa

  • Dez feridos ligeiros em naufrágio de embarcação em Cascais

    País

    Uma embarcação de recreio com 10 pessoas a bordo naufragou ao largo da Parede, na linha de Cascais. Todos os tripulantes foram resgatados pelas autoridades marítimas e bombeiros e apresentam escoriações ligeiras e sinais de hipotermia. O barco foi entretanto retirado da água e a marginal continua cortada ao trânsito.

  • PS apresenta Lei de Bases da Habitação para abrir debate sobre habitação acessível
    1:19

    Economia

    O PS quer avançar com uma Lei de Bases da Habitação. A proposta apresentada esta quinta-feira propõe a requisição de casas devolutas para habitação e apoios concretos para o arrendamento a preços acessíveis. O líder parlamentar do PS, Carlos César, diz que é tempo de abrir um debate sobre a habitação que acredita que pode resultar numa Lei ainda na atual legislatura.

  • A morte anunciada da ETA

    Mundo

    A organização separatista basca ETA vai anunciar a sua dissolução em 05 de maio, durante uma cerimónia marcada para Bayona, no País Basco francês, disseram à agência Efe fontes conhecedoras do processo.