sicnot

Perfil

Desporto

Confederação Brasileira de Futebol confirma dopagem de Fred na Copa América

O internacional brasileiro Fred, que joga no Shakhtar Donetsk, da liga ucraniana de futebol, teve um controlo antidoping positivo, por diurético proibido, durante a Copa América, confirmou esta sexta-feira a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Fred, de 22 anos, negara, em comunicado, ter-se dopado no torneio sul-americano.

Fred, de 22 anos, negara, em comunicado, ter-se dopado no torneio sul-americano.

© Paulo Whitaker / Reuters

A CBF refere, em comunicado, que o relatório recebido da confederação sul-americana (Conmebol) identifica a presença de hidrocloriatizida (hctz), que não faz parte da lista autorizada e utilizada pela seleção brasileira.

Os médicos da CBF negaram expressamente que a hidrocloriatizida - diurético proibido por poder ser mascarante de outra substância que altere o rendimento desportivo - se encontrasse entre os medicamentos enviados para o Chile, onde decorreu a Copa América.

Fred, de 22 anos, negara antes, em comunicado, ter-se dopado no torneio sul-americano: "nunca utilizei uma substância ilícita. Vou tentar provar a minha inocência nos organismos competentes. Tenho um percurso limpo no futebol e conto com o apoio de todos".

Na Copa América, Fred foi convocado de última hora para substituir o lesionado Luiz Gustavo. Foi titular contra o Peru e a Colômbia, antes de passar para suplente frente à Venezuela e Paraguai.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.