sicnot

Perfil

Desporto

Gesto obsceno de Paulo Machado vale 100.000 euros de multa

O gesto do dedo médio em riste com que o futebolista Paulo Machado brindou na terça-feira os adeptos do seu Dínamo de Zagreb vai custar-lhe 100.000 euros de multa, embora o português vá permanecer no campeão croata.

© Jean Philippe Arles / Reuters

"Alegra-nos que depois da sanção pelo seu gesto irracional, Paulo Machado continue no clube, pois trata-se de um futebolista que dá sempre tudo em campo e que é muito querido pelos seus colegas, principalmente pelo seu sentido de humor", disse o treinador, Zoran Mamic.

Aos 65 minutos do jogo da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões frente aos noruegueses do Molde, Paulo Machado foi substituído, momento em que foi apupado por vários adeptos: respondeu com o gesto obsceno, que repetiu já fora do terreno de jogo, altura em que a equipa de arbitragem se apercebeu do sucedido e o expulsou com vermelho direto.

"Cometi um grande erro e gostaria de pedir desculpas aos fãs, ao presidente, treinador, a toda a equipa e minha família. Foi um momento mau. Faço notar que me arrependo e vou mostrar em campo o quanto respeito os adeptos do Dínamo", disse Machado.

Paulo Machado foi suspenso na quarta-feira por tempo indeterminado e o treinador revelou que a multa de 100.000 euros é destinada a fins de solidariedade.

"Vai continuar cá assumindo as consequências dos seus atos. Toda a equipa quer que fique, mas é claro que vai ser punido pelos danos causados à equipa e a si próprio", completou o treinador.

Lusa

  • Famílias das vítimas de Pedrógão criam associação para apurar responsabilidades
    2:13
  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15