sicnot

Perfil

Desporto

Dzemal Hadziabdic abandona Iraque antes de assumir cargo de selecionador

O treinador bósnio Dzemal Hadziabdic abandonou o Iraque, antes de ser apresentado como selecionador de futebol e um dia depois de ter chegado ao país, revelou hoje a federação iraquiana.

© Fadi Al-Assaad / Reuters

O técnico bósnio, de 62 anos, também conhecido como Jamal Haji chegou a Bagdad na sexta-feira, treinou várias equipas no Golfo Pérsico e deveria assinar hoje um contrato com a federação iraquiana de futebol, antes de ser apresentado como selecionador.

"Fomos surpreendidos pela recusa do Jamal Haji, que pediu para regressar ao seu país imediatamente. Tudo estava a correr como planeado, ele assinaria hoje o contrato e depois seria apresentado à comunicação social", explicou o porta-voz da federação iraquiana Kamel Zghayr à agência AFP.

Além disso, estava ainda previsto que o técnico orientasse hoje um treino, antes de iniciar um estágio de dez dias no Qatar.

Na sexta-feira, quando chegou a Bagdad, Haji, que orientou a seleção da Jugoslávia entre 1974 e 1978, expressou o seu entusiasmo com a oportunidade de ser o novo selecionador do Iraque, em declarações à imprensa local.

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51