sicnot

Perfil

Desporto

FC Porto vence Stoke City e termina Colónia Cup em segundo

O FC Porto encerrou a sua participação no torneio de futebol Colónia Cup, na Alemanha, com um triunfo por 3-0 frente aos ingleses do Stoke City, insuficiente para erguer o troféu que ficou em casa.

Guido Kirchner

Depois do triunfo do Colónia frente aos espanhóis do Valência, por 3-2, o FC Porto, de acordo com o regulamento do quadrangular, estava obrigado a vencer os ingleses pelo menos pela diferença de cinco golos para poder conquistar o troféu.

Os portistas, com um 'onze' em que Julen Lopetegui repetiu apenas Aboubakar e Tello em relação ao jogo de sábado com o Valência, dominaram desde o minuto inicial, com boa circulação de bola a toda a largura, mas pecando no último passe.

Aboubakar, um dos mais rematadores da equipa portista, com tentativas de visar a baliza do experiente guarda-redes Shay Given, aos dois, 19 e 27 minutos, colocou o FC Porto em vantagem aos 33 minutos, correspondendo a um cruzamento de Tello.

A pressão ofensiva dos portistas rendeu novo golo escassos minutos volvidos, desta feita por Alberto Bueno, que se estreou a marca de 'dragão' ao peito, através de um cabeceamento em posição central, após cruzamento de Ricardo Pereira.

A formação portista dispôs de uma boa oportunidade para elevar a vantagem por Varela, aos 48 minutos, no aproveitamento de um erro contrário, mas o remate forte já dentro da área foi defendido por Haugaard, que rendera ao intervalo Shay Given.

Sérgio Oliveira, aos 51 minutos, na cobrança de um livre, obrigou o guarda-redes Haugaard a defesa atenta, voltaria a procurar o golo aos 84, após o que, com as várias alterações operadas, o encontro passou por um período com poucos atrativos.

Aos 71 minutos, a castigar jogo com o braço de Wilson na área do Stoke City na sequência de um cruzamento de Sérgio Oliveira, o FC Porto beneficiou de uma grande penalidade, transformada em golo por Brahimi, para elevar a vantagem para 3-0.

Até ao fim do encontro, a bola ainda entrou na baliza defendida por Helton, que juntamente com Martins Indi cumpriu os 90 minutos com o Stoke City, mas o golo foi anulado por o lance ter sido precedido de fora de jogo de Odemwingie.

O FC Porto encerrou o estágio na Alemanha com uma vitória folgada por 3-0 frente ao Stoke City, após um ciclo de três jogos sem vencer, e deixa já boas indicações para o início da época que se avizinha.

A apresentação aos sócios dos portistas, que regressam ao trabalho esta semana no Olival, em Vila Nova de Gaia, está marcada para sábado, no Dragão, frente aos italianos do Nápoles.

Jogo no RheinEnergieStadion, em Colónia.

FC Porto, Por -- Stoke City, Ing, 3-0.

Ao intervalo: 2-0.

Marcadores:

1-0, Aboubakar, 33 minutos.

2-0, Bueno, 38.

3-0, Brahimi, 71 (gp).

Equipas:

- FC Porto: Helton, Ricardo Pereira, Lichnovsky, Martins Indi, José Ángel, Rúben Nives, Imbula, Bueno, Varela, Tello e Aboubakar. Jogaram ainda Herrera, André André, Sérgio Oliveira, Danilo Pereira, Alex Sandro, Maxi Pereira, Marcano, Adrián López, Brahimi e Evandro. (Suplentes não utilizados Casillas, Gudino, Hernâni e Maicon).

Treinador: Julen Lopetegui.

- Stoke City: Shay Given, Cameron, Wollscheid, Wilson, Moseley, Whelan, Adam, Diouf, Bojan, Arnautovic e Peter Crouch. Jogaram ainda Odemwingie, Haugaard, Shenton, Choulay e Dionatan Teixeira. (Suplentes não utilizados Gyollai, Telford, Lecygne e Waddington).

Treinador: Mark Hughes.

Arbitro: Guido Winkmann (Alemanha).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Bueno (31) e Cameron (49).

Assistência: cerca de 18 mil espetadores.

Lusa

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalaram-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.