sicnot

Perfil

Desporto

Federação holandesa treina árbitros para o uso de vídeos

A Federação Holandesa de Futebol revelou hoje que vai iniciar, a partir de setembro, a formação dos árbitros para o recurso ao vídeo durante os jogos, com o objetivo de começar a fazer testes dentro de dois anos.

Será a segunda vez na sua carreira que Liran Liany, de 40 anos, estará num jogo dos bracarenses.

Será a segunda vez na sua carreira que Liran Liany, de 40 anos, estará num jogo dos bracarenses.

© Valentin Flauraud / Reuters

A tecnologia, que não é autorizada pela FIFA, foi criada para ajudar os árbitros em lances duvidosos que podem ser determinantes para o desenrolar do jogo, como situações de golo, a marcação de penaltis ou a atribuição de cartões.

A FIFA recusou o pedido da federação holandesa que, ainda assim, acredita que, começando agora a formação, vai ter tudo pronto para quando o projeto receber luz verde.

A federação afirma que "a arbitragem com vídeo representa o futuro para o futebol" e espera conseguir desenvolver esta tecnologia.

Lusa

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.