sicnot

Perfil

Desporto

Manuel Pellegrini renova com o Manchester City até 2017

O treinador chileno Manuel Pellegrini renovou esta sexta-feira o contrato com o Manchester City, ficando no comando da equipa de futebol até 2017, anunciou o clube da liga inglesa no seu sítio oficial da internet.

"Tenho orgulho em treinar o Manchester City e, por isso, estou muito satisfeito pela renovação contratual", afirmou o técnico chileno.

"Tenho orgulho em treinar o Manchester City e, por isso, estou muito satisfeito pela renovação contratual", afirmou o técnico chileno.

© Reuters Staff / Reuters

"Tenho orgulho em treinar o Manchester City e, por isso, estou muito satisfeito pela renovação contratual", afirmou Manuel Pellegrini, acrescentando ainda que está focado nos objetivos do clube para a próxima época, que passam pela conquista dos títulos doméstico e europeu.

O técnico chileno, de 61 anos e que está há três épocas nos 'citizens', já conquistou uma 'Premier League' em 2013/14, época em que ganhou também a Taça da Liga.

Manuel Pellegrini, que já conquistou o prémio de treinador do mês em três ocasiões, orientou também clubes como San Lorenzo, River Plate, Villarreal, Real Madrid e Málaga.

O Manchester City, que inicia a 'Premier League' na segunda-feira, visitando o West Bromwich, terminou a temporada passada na 2.ª posição, a oito pontos do campeão Chelsea, do técnico português José Mourinho.

Lusa

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.