sicnot

Perfil

Desporto

Três dos estádios do Euro2004 ainda custam quase 26 mil euros por dia às autarquias

Onze anos depois do Euro 2004, três dos estádios que foram construídos para a prova custam 25.800 euros por dia aos municípios.

No topo da lista está o estádio de Leiria, que custa à câmara 400 mil euros por mês - 13.300 por dia. (Arquivo)

No topo da lista está o estádio de Leiria, que custa à câmara 400 mil euros por mês - 13.300 por dia. (Arquivo)

© Reuters Photographer / Reuters

No topo da lista está o estádio de Leiria, que custa à câmara 400 mil euros por mês - 13.300 por dia.

Segue-se o estádio municipal de Aveiro, para o qual a autarquia paga, por dia, 8300 euros - 250 mil por mês.

Por fim, o estádio Algarve, palco do jogo entre o Sporting e o Benfica para a Supertaça Cândido de Oliveira, e que, segundo o JN de hoje, subsiste com as verbas de duas autarquias. Faro e Loulé pagam 4200 euros por dia para manter o estádio de portas abertas. Só em manutenção são 1000 euros/dia.

São três estádios que não recebem jogos da Primeira Liga e que, 11 anos depois do Europeu de futebol, ainda custam aos cofres públicos 774 mil euros por mês.

  • Aeroporto Cristiano Ronaldo? Nem todos os madeirenses estão de acordo
    2:21
  • Fatura da água a dobrar
    2:26

    Economia

    Desde o início do ano que a população de Celorico de Basto está a receber duas faturas da água para pagar. Tanto a Câmara como a Águas do Norte reclamam o direito a cobrar pelo serviço. Contactada pela SIC, a Entidade Reguladora esclarece que o município não pode emitir faturas e tem de devolver o dinheiro.