sicnot

Perfil

Desporto

Três dos estádios do Euro2004 ainda custam quase 26 mil euros por dia às autarquias

Onze anos depois do Euro 2004, três dos estádios que foram construídos para a prova custam 25.800 euros por dia aos municípios.

No topo da lista está o estádio de Leiria, que custa à câmara 400 mil euros por mês - 13.300 por dia. (Arquivo)

No topo da lista está o estádio de Leiria, que custa à câmara 400 mil euros por mês - 13.300 por dia. (Arquivo)

© Reuters Photographer / Reuters

No topo da lista está o estádio de Leiria, que custa à câmara 400 mil euros por mês - 13.300 por dia.

Segue-se o estádio municipal de Aveiro, para o qual a autarquia paga, por dia, 8300 euros - 250 mil por mês.

Por fim, o estádio Algarve, palco do jogo entre o Sporting e o Benfica para a Supertaça Cândido de Oliveira, e que, segundo o JN de hoje, subsiste com as verbas de duas autarquias. Faro e Loulé pagam 4200 euros por dia para manter o estádio de portas abertas. Só em manutenção são 1000 euros/dia.

São três estádios que não recebem jogos da Primeira Liga e que, 11 anos depois do Europeu de futebol, ainda custam aos cofres públicos 774 mil euros por mês.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.