sicnot

Perfil

Desporto

Bernardo Silva prolonga ligação com o Mónaco até 2020

O futebolista português Bernardo Silva prolongou hoje o seu contrato com o Monaco por mais uma época, ficando ligado aos monegascos até 2020, anunciou o clube da I divisão francesa no seu sítio oficial da internet.

© Reuters Staff / Reuters

"Estou muito feliz pela prolongação contratual com o Monaco, um clube que me permite mostrar o meu valor e possibilitou a minha estreia na Liga dos Campeões", afirmou o extremo português, em entrevista publicada no ao sítio oficial do Mónaco.

O internacional português, que cumpre hoje 21 anos, chegou ao principado em 2014, tendo marcado 10 golos em 45 jogos realizados na sua primeira temporada.

"Estamos orgulhosos pela extensão contratual do Bernardo Silva, um atleta que vai continuar a crescer na nossa equipa, na qual já demonstrou todo o seu potencial, além das suas qualidades técnicas", disse o vice-presidente dos monegascos, Vadim Vasilyev.

Bernardo Silva, formado no Benfica, conquistou um campeonato português, uma Taça e uma Taça da Liga pelos 'encarnados' em 2013/14, antes de assinar pelo Mónaco por 15,7 milhões de euros.

O médio-esquerdo luso, que marcou o primeiro golo do Mónaco no arranque da 'Ligue 1', na vitória forasteira dos monegascos frente ao Nice, por 2-1, tornou-se numa das principais figuras do clube do principado, orientado pelo técnico português Leonardo Jardim, líder de um plantel que conta com os também portugueses Ricardo Carvalho, João Moutinho, Hélder Costa e Ivan Cavaleiro.

Lusa

  • Novas imagens dos momentos após Khalid Masood ter embatido no muro do Parlamento britânico
    1:35
  • Parlamento português pede demissão de Dijsselbloem

    País

    A Assembleia da República foi hoje unânime na condenação das polémicas declarações do presidente do Eurogrupo, mas recusou um ponto pela rejeição de diversos compromissos com a União Europeia (UE) exigida pelo PCP.

  • Comissão Europeia quer proibir o tabaco na praia

    País

    A Comissão Europeia quer proibir o tabaco em todos os espaços públicos, incluindo praias, parques infantis e equipamentos desportivos. A proposta foi apresentada pelo comissário da Saúde e Segurança Alimentar que, além de querer reduzir a dependência do tabaco, também sugere que todos os estados membros apliquem uma idade mínima para a venda de tabaco.

  • Como se resolve a falta de espaço numa cidade chinesa?
    1:07