sicnot

Perfil

Desporto

Futebolista do Azerbaijão suspeito de envolvimento na morte de jornalista

O futebolista do Azerbaijão Javid Huseynov foi detido hoje por suspeita de envolvimento na morte de um jornalista que o criticou na rede social facebook.

© Miguel Vidal / Reuters

O jogador, que defrontou Portugal num jogo de apuramento para o Mundial2014 (2-0 para a seleção das 'quinas'), foi detido, com mais cinco homens, por suspeita de ter sido o autor moral do ataque, que resultou na morte do jornalista Rasim Aliyev, e ficará sob custódia das autoridades durante os três meses em que vai decorrer a investigação.

O jornalista, de 30 anos, criticou Huseynov por acenar uma bandeira turca após o jogo frente ao Apollon Limassol, da terceira pré-eliminatória da Liga Europa, na passada quinta-feira, e por ter feito um gesto ofensivo para um jornalista.

Antes de morrer, Aliyev disse no hospital ter recebido uma chamada de um homem que se identificou como primo de Huseynov, com quem terá marcado um encontro.

"Eu fui sozinho. Estavam lá cinco ou seis pessoas que imediatamente me bateram", acrescentou o jornalista, que acabou por morrer no hospital.

Lusa

  • Coreia do Norte foi "isolada à força"

    Mundo

    O empresário espanhol León Smit, que organiza visitas à Coreia do Norte, diz que o país foi "isolado à força", sendo "muito difícil" estabelecer relações comerciais com Pyongyang, sob o regime de Kim Jong-un.

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Segunda-feira no Jornal da Noite