sicnot

Perfil

Desporto

Cristiano Ronaldo finalista pela quinta vez do prémio Melhor Jogador da UEFA

Cristiano Ronaldo (Real Madrid) está pelo quinto ano consecutivo entre os finalistas para Prémio do Melhor Jogador da UEFA, que venceu em 2014, agora na companhia de Lionel Messi e de Luís Suárez, ambos do FC Barcelona.

Hrant Khachatryan

O troféu tem precisamente cinco anos de existência e, depois de Messi ter sido eleito o melhor no primeiro ano, em 2011, foi depois a vez de Andrés Iniesta (2012), Franck Ribéry (2013) serem os contemplados, sendo o capitão da seleção portuguesa o único presente em todas as eleições finais.

A eleição dos três nomes hoje divulgados, e que resultou da escolha de um painel de 54 jornalistas em representação de cada uma das federações filiadas na UEFA, deixa para trás sete jogadores: Gianluigi Buffon (Juventus), Eden Hazard (Chelsea), Neymar (FC Barcelona), Paul Pogba (Juventus), Andrea Pirlo (Juventus, atualmente no New York City), Carlos Tévez (Juventus, agora no Boca Juniors) e Arturo Vidal (Juventus, agora no Bayern de Munique).

No dia 27 de agosto, no Mónaco, na cerimónia que servirá também para realizar o sorteio da fase de grupos da Liga dos Campeões, o trio de nomeados será escolhido pelo mesmo painel de jornalistas através do voto eletrónico, após o que será divulgado o vencedor.

Na mesma data, além dos três primeiros classificados, será ainda divulgada a classificação dos restantes sete jogadores que hoje deixaram de estar em competição.

O futebol feminino terá, igualmente, a eleição da melhor jogadora, com a escolha a recair no trio formado por Amandine Henry (Olympique Lyonnais), Dzsenifer Marozsán (Frankfurt) e Celia Sasic (Frankfurt, já retirada).

Apenas no seu terceiro ano, venceram nas edições anteriores Nadine Angerer, do Frankfurt, em 2013, e Nadine Kessler, do Wolfsburgo, em 2014.

Lusa

  • A estreia de Centeno como líder do Eurogrupo
    1:56
  • Puigdemont chegou à Dinamarca e não foi detido

    Mundo

    A Justiça espanhola pediu à Dinamarca para ativar a ordem de detenção europeia contra Carles Puigdemont, que ignorou as ameaças de detenção e decidiu deslocar-se a Copenhaga para participar numa conferência. Entretanto na Catalunha, o presidente do parlamento propôs Puigdemont para voltar a dirigir o Governo Regional.

  • Eleição de Rio "embaraça" PCP e BE
    0:34

    Opinião

    Luís Marques Mendes considera que a eleição de Rui Rio veio criar embaraço ao PCP e Bloco de Esquerda. O comentador da SIC considera que a promessa de que venha a haver pactos de regime entre PS e PSD é motivo de preocupação para os parceiros do Governo.

    Luís Marques Mendes

  • O caso Assange é "um problema" para o Equador

    Mundo

    O Presidente equatoriano, Lenin Moreno, declarou no domingo que o asilo atribuído ao fundador do WikiLeaks, Julian Assange, pela embaixada do Equador em Londres desde 2012 é "um problema herdado" que constitui "mais que um aborrecimento".