sicnot

Perfil

Desporto

Bruno de Carvalho admite que Sporting poderá vender jogadores caso falhe 'Champions'

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, assumiu hoje que que o clube poderá ter que vender jogadores, caso falhe o acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões de futebol.

No domingo, Bruno de Carvalho assumiu que foi um "erro" negociar a parceria com a W52 para o regresso do clube 'verde e branco' ao ciclismo e prometeu trabalhar "num projeto que tenha ambição mas onde a ética e a verdade desportiva sejam uma constante". (Arquivo)

No domingo, Bruno de Carvalho assumiu que foi um "erro" negociar a parceria com a W52 para o regresso do clube 'verde e branco' ao ciclismo e prometeu trabalhar "num projeto que tenha ambição mas onde a ética e a verdade desportiva sejam uma constante". (Arquivo)

SIC

"Não podemos ser hipócritas. Entrar na Liga dos Campeões é importantíssimo. Não acontecendo, teremos que nos sentar e pensar um bocadinho. Estamos confiantes e é algo em que não pensamos e que nos passa pela cabeça. Não acontecendo, tomaremos algumas decisões", afirmou Bruno de Carvalho em entrevista à Sport TV.

As primeiras cinco semanas de Jorge Jesus no clube de Alvalade têm deixado o presidente 'leonino' "contente e satisfeito", sobretudo pela "ambição, vontade e trabalho" que o técnico português tem demonstrado.

"É a minha alma gémea na ambição, na vontade e no trabalho. Somos duas pessoas que acreditam nisso. Há muito trabalho pela frente, conseguimos entrar na época para vencer a Supertaça e temos os dois um grau de exigência muito elevado", contou.

Questionado sobre a ausência de um patrocinador para a nova temporada, o dirigente máximo dos 'leões' explicou que a "conjuntura que não está fácil" e por continua à espera de um "valor justo".

"Estamos a fazer valer a marca do Sporting pelo investimento que fizemos e pelo que valemos. Estamos tranquilos à espera de um valor justo e continuaremos a negociar", referiu.

Sobre o arranque da I Liga, Bruno de Carvalho reafirmou que o Sporting é candidato a "todos os títulos em Portugal" e que esta temporada teve o clube teve possibilidade financeira de alcançar os reforços que queria.

"Tivemos possibilidade de ir buscar aquilo que queríamos, mais experiência, mais maturidade e temos a consciência clara de responsabilidade acrescida pelo trabalho de dois anos e meio. São quatro títulos em disputada, um já está e temos três por conquistar. Amanhã [sexta-feira] vamos começar uma maratona", considerou.

O presidente do Sporting espera um campeonato "excelente e bem disputado" e revelou que vai manter-se no banco de suplentes da equipa, pelo menos nos jogos fora do Estádio José Alvalade.

"É onde me sinto melhor, onde posso estar mais à vontade, ainda estou a pensar como será nos jogos em casa, mas fora estarei de certeza no banco", garantiu.

Bruno de Carvalho congratulou-se ainda com as renovações de contrato de João Mário e Slimani e assumiu que a continuidade de Carrillo é um dos "casos prioritários".

"Estamos a trabalhar no dossiê. Vamos com calma", concluiu.

Lusa

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.