sicnot

Perfil

Desporto

Aston Villa contrata Adama Traoré ao Barcelona por cinco épocas

O futebolista espanhol Adam Traoré, que jogava no Barcelona, assinou esta sexta-feira um contrato de cinco temporadas com o Aston Villa, anunciou o clube da Liga inglesa no seu sítio oficial da internet.

O avançado, de 19 anos e formado no Barcelona, chegou a jogar na equipa principal do clube catalão na temporada passada, marcando um golo em dois jogos. (Arquivo)

O avançado, de 19 anos e formado no Barcelona, chegou a jogar na equipa principal do clube catalão na temporada passada, marcando um golo em dois jogos. (Arquivo)

© Albert Gea / Reuters

"É uma honra ir para o Aston Villa, pois foi um clube que mostrou interesse em mim desde o início, além de me terem considerado um elemento fundamental para a equipa", afirmou o atleta, em declarações ao sítio oficial do Aston Villa.

O avançado, de 19 anos e formado no Barcelona, chegou a jogar na equipa principal do clube catalão na temporada passada, marcando um golo em dois jogos.

O Barcelona adiantou que o clube inglês pagou 10 milhões de euros por Traoré e que no acordo ficou estipulada uma cláusula de recompra por um período de três anos.

Adama Traoré, que conquistou uma Taça de Espanha nos 'culés', reforça assim o plantel dos 'villans', orientado pelo técnico inglês Tim Sherwood, que já garantiu também as contratações de Jordan Ayew, Jordan Amavi, Jordan Veretout, Idrissa Gueye, Rudy Gestede, Scott Sinclair e Micah Richards para a temporada 2015/16, que começou com uma vitória, por 1-0, no campo do recém-promovido Bournemouth.

Lusa

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15