sicnot

Perfil

Desporto

Polícia brasileira investiga caso de corrupção associado a estádio do Mundial2014

A polícia brasileira informou esta sexta-feira que está a investigar um caso de corrupção associado à realização das obras no estádio Arena Pernambuco, um dos doze do Mundial2014 de futebol.

A polícia explicou que existem "suspeitas fundamentadas" de que houve "fraude" no concurso público de atribuição das obras do Arena Pernambuco. (Arquivo)

A polícia explicou que existem "suspeitas fundamentadas" de que houve "fraude" no concurso público de atribuição das obras do Arena Pernambuco. (Arquivo)

© Paulo Whitaker / Reuters

Um comissário da polícia confirmou, em conferência de imprensa, que foram realizadas várias operações policiais no Recife, onde se situa o estádio, assim como em outras seis cidades do país com ligações à empresa Odebrecht, que ficou responsável pela obra.

A polícia explicou que existem "suspeitas fundamentadas" de que houve "fraude" no concurso público de atribuição das obras e também que o valor do contrato é irregular.

"Temos plena convicção da regularidade e legalidade deste projeto", disse a Odebrecht, que se mostrou disponível para esclarecer e apresentar documentos à polícia.

Odebrecht, uma das construtoras mais importantes do Brasil, faz parte de um grupo que já é investigado por suspeitas de corrupção e tem o presidente, Marcelo Odebrecht, detido desde o dia 19 de junho.

Lusa

  • Militares da revolução denunciam corrupção nos órgãos de poder
    3:22

    País

    O presidente da Associação 25 de Abril acusa a classe política de não ter interesse em travar a corrupção em Portugal. Vasco Lourenço e Otelo Saraiva de Carvalho, dois dos militares da revolução, consideram que a corrupção está entranhada nos órgãos de poder e deve ser denunciada.

  • "Está prevista mais uma melhoria do rating para breve"
    2:46
  • Fábrica na Covilhã vai produzir para marcas de luxo
    1:47

    Economia

    A Covilhã foi a cidade portuguesa escolhida para a instalação de uma nova fábrica de produção de peças para marcas de luxo. O Grupo FM Industries Sycrilor vai reforçar o investimento na cidade e será responsável pelo polimento de metais para as marcas Louis Vuitton e Cartier.