sicnot

Perfil

Desporto

Presidente do Villarreal diz que Soldado está perto de assinar

O presidente do Villarreal, Fernando Roig, confirmou esta sexta-feira o interesse no avançado espanhol Roberto Soldado, afirmando que faltam apenas "pequenos detalhes" para que o clube da primeira divisão espanhola anuncie oficialmente a contratação do jogador.

Caso se confirme o negócio com os ingleses do Tottenham, o avançado espanhol, que chegou a ser apontado ao Benfica, regressa à La Liga apenas duas épocas após ter deixado o Valencia. (Arquivo)

Caso se confirme o negócio com os ingleses do Tottenham, o avançado espanhol, que chegou a ser apontado ao Benfica, regressa à La Liga apenas duas épocas após ter deixado o Valencia. (Arquivo)

© Dylan Martinez / Reuters

Apesar de não adiantar pormenores relacionados com o negócio, Roig esclareceu que o clube fará um "esforço económico importante para contratar Soldado", embora não vá exceder o limite salarial do 'submarino amarelo'.

Caso se confirme o negócio com os ingleses do Tottenham, o avançado espanhol, que chegou a ser apontado ao Benfica, regressa à La Liga apenas duas épocas após ter deixado o Valencia.

Formando no Real Madrid, Soldado chegou ao Tottenham na temporada 2013/2014, onde apontou 11 golos em 36 jogos na primeira temporada.

Na segunda época ao serviço dos 'spurs', Soldado marcou apenas cinco golos em 40 jogos utilizados.

Lusa

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40
  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.