sicnot

Perfil

Desporto

Mourinho reconhece erros na derrota frente ao Manchester City

O treinador do Chelsea, José Mourinho, pôs hoje em causa a justiça da derrota por 3-0 frente ao Manchester City, na Liga inglesa de futebol, apesar de reconhecer "erros individuais" dos seus jogadores.

Rui Vieira

"O segundo e terceiro golos resultam de erros individuais dos meus jogadores e quando isto acontece merecemos perder", disse Mourinho, afirmando apesar disso que os jogadores do City Fernandinho e Yaya Touré deveriam ter sido expulsos.

"Deviam ter acabado a partida com nove. Fernandinho deveria ter visto vermelho. Yaya Touré deveria ter visto o segundo amarelo aos 80 minutos", argumentou Mourinho, criticando depois a prestação dos seus jogadores.

Mourinho justificou ainda a substituição de John Terry, que na última época jogou integralmente todas as partidas.

"Substituir Terry foi uma decisão tática. Sabia que jogariam em contra-ataque e Zouma é o defesa mais rápido que temos. Mais rápido do que ele", justificou.

Para Mourinho, ganhou a partida "a melhor equipa na primeira parte", apesar de nos últimos 45 minutos o Chelsea ter dominado.

O Manchester City recebeu e venceu hoje o Chelsea, de José Mourinho, por 3-0, na segunda jornada da liga inglesa de futebol, que deixa os campeões em título a cinco pontos do grupo que lidera a prova.

Depois do empate 'caseiro' no jogo de estreia, os 'blues' procuravam a primeira vitória na liga inglesa no terreno de um dos adversários na luta pelo título, mas os comandados de Manuel Pellegrini acabaram por ser, no global, bem mais fortes do que o conjunto londrino.

O City entrou mais forte no jogo e logo no primeiro minuto criaram a primeira oportunidade de golo junto da baliza do bósnio Begovic, que substituiu o castigado Courtois e que entre os minutos 14 e 16 teve duas intervenções 'milagrosas' que impediram o primeiro golo da equipa da casa.

Ainda assim, Begovic nada pôde fazer para que ao minuto 31 o argentino Sérgio Agüero, depois de uma boa jogada individual, inaugurasse o marcador, materializando a superioridade do City.

Na segunda parte, o jogo equilibrou-se e passou a jogar-se mais longe das balizas. Em contra ataque, o Chelsea, pelo belga Hazard, desperdiçou a melhor oportunidade da equipa 'forasteira', que viu pouco depois o City encerrar definitivamente a questão do vencedor da partida.

No seguimento de um pontapé de canto batido por David Silva, o belga Vincent Kompany fez o 2-0, aos 79 minutos, e seis minutos depois o brasileiro Fernandinho, de novo assistido pelo espanhol, fez o 3-0 final.

Lusa

  • A fábrica de caças na base aérea de Monte Real
    3:35
  • Comprar ou arrendar casa?
    8:25
  • Fui contactado por um espectador do “Contas-Poupança” (quartas-feiras, Jornal da Noite, SIC) e leitor do blogue www.contaspoupanca.pt, que foi surpreendido com uma carta do banco a aumentar o spread porque um dos serviços que tinha subscrito tinha sido extinguido. Neste caso específico, a domiciliação de ordenado. Ora, o cliente ficou estupefacto porque não mudou de empresa, não foi despedido nem tinha havido nenhuma alteração no recebimento do ordenado naquela conta.

    Pedro Andersson

  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44

    Mundo

    A Ucrânia está a ser seriamente afetada por um novo ataque informático. Algumas empresas de grande dimensão estão a ser prejudicadas, agravando a dimensão global do ataque, o qual não parece ser dirigido a ninguém em concreto. Ontem, nas primeiras horas do ataque, não parava de crescer o número de vítimas.

  • Temer acusado de prejudicar Polícia Federal
    2:36
  • Violência volta às favelas do Rio de Janeiro
    3:21

    Mundo

    As favelas do Rio de Janeiro voltaram aos níveis de violência dos anos 90. A cidade de Deus foi uma das favelas pacificadas que voltou a registar tiroteios diariamente, os moradores falam de situações de trauma e do medo das crianças.

  • Trump interrompe telefonema para elogiar jornalista

    Mundo

    A jornalista irlandesa Caitriona Perry viu-se esta terça-feira envolvida num momento que a própria classificou de "bizarro": um encontro inesperado com Donald Trump, que interrompeu um telefonema com o primeiro-ministro irlandês para... a elogiar.

    SIC

  • Caricaturas de Trump invadem capital do Irão

    Mundo

    O Irão está a organizar um concurso internacional de caricaturas do Presidente norte-americano Donald Trump. Pelas ruas de Teerão já vão surgindo algumas imagens alusivas ao festival que vai realizar-se no próximo mês de julho.

  • Companhia aérea obriga deficiente físico a entrar no avião sem ajuda

    Mundo

    Um homem com uma deficiência física que o obriga a andar numa cadeira de rodas foi obrigado a subir sozinho as escadas de um avião da companhia aérea Vanilla Air. Hideto Kijima deparou-se com a situação quando estava a embarcar da ilha de Amami para Osaka, no Japão, com vários amigos que foram proibidos de o ajudar.

  • De onde vem o dinheiro de Isabel II?

    Mundo

    A rainha Isabel II vai ser aumentada - pelo exercício das suas funções -, em 2018, para 82,2 milhões de libras (93,5 milhões de euros). Este valor é pago pelo Estado britânico. Contudo, esta não é a única fonte de rendimento da rainha de Inglaterra. Isabel II também recebe pelas terras, casas e empresas que tem espalhadas pelo Reino Unido.

  • Cão corre os EUA a entregar águas aos árbitros em jogos de basebol
    0:20