sicnot

Perfil

Desporto

Mourinho reconhece erros na derrota frente ao Manchester City

O treinador do Chelsea, José Mourinho, pôs hoje em causa a justiça da derrota por 3-0 frente ao Manchester City, na Liga inglesa de futebol, apesar de reconhecer "erros individuais" dos seus jogadores.

Rui Vieira

"O segundo e terceiro golos resultam de erros individuais dos meus jogadores e quando isto acontece merecemos perder", disse Mourinho, afirmando apesar disso que os jogadores do City Fernandinho e Yaya Touré deveriam ter sido expulsos.

"Deviam ter acabado a partida com nove. Fernandinho deveria ter visto vermelho. Yaya Touré deveria ter visto o segundo amarelo aos 80 minutos", argumentou Mourinho, criticando depois a prestação dos seus jogadores.

Mourinho justificou ainda a substituição de John Terry, que na última época jogou integralmente todas as partidas.

"Substituir Terry foi uma decisão tática. Sabia que jogariam em contra-ataque e Zouma é o defesa mais rápido que temos. Mais rápido do que ele", justificou.

Para Mourinho, ganhou a partida "a melhor equipa na primeira parte", apesar de nos últimos 45 minutos o Chelsea ter dominado.

O Manchester City recebeu e venceu hoje o Chelsea, de José Mourinho, por 3-0, na segunda jornada da liga inglesa de futebol, que deixa os campeões em título a cinco pontos do grupo que lidera a prova.

Depois do empate 'caseiro' no jogo de estreia, os 'blues' procuravam a primeira vitória na liga inglesa no terreno de um dos adversários na luta pelo título, mas os comandados de Manuel Pellegrini acabaram por ser, no global, bem mais fortes do que o conjunto londrino.

O City entrou mais forte no jogo e logo no primeiro minuto criaram a primeira oportunidade de golo junto da baliza do bósnio Begovic, que substituiu o castigado Courtois e que entre os minutos 14 e 16 teve duas intervenções 'milagrosas' que impediram o primeiro golo da equipa da casa.

Ainda assim, Begovic nada pôde fazer para que ao minuto 31 o argentino Sérgio Agüero, depois de uma boa jogada individual, inaugurasse o marcador, materializando a superioridade do City.

Na segunda parte, o jogo equilibrou-se e passou a jogar-se mais longe das balizas. Em contra ataque, o Chelsea, pelo belga Hazard, desperdiçou a melhor oportunidade da equipa 'forasteira', que viu pouco depois o City encerrar definitivamente a questão do vencedor da partida.

No seguimento de um pontapé de canto batido por David Silva, o belga Vincent Kompany fez o 2-0, aos 79 minutos, e seis minutos depois o brasileiro Fernandinho, de novo assistido pelo espanhol, fez o 3-0 final.

Lusa

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • Comitiva portuguesa terminou visita à central de Almaraz

    País

    A visita técnica da delegação portuguesa e da Comissão Europeia à central nuclear de Almaraz, em Espanha, realizou-se esta segunda-feira. A visita serviu para Portugal se inteirar sobre o funcionamento da central e sobre o projeto de construção de uma instalação para armazenamento de resíduos radioativos.

  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16

    Economia

    A Nokia chegou a ser uma das maiores empresas do mundo devido ao fabrico de telemóveis. Caiu, mas acaba de fazer renascer um dos sucessos de vendas do início do milénio. O anúncio foi feito este domingo, em Barcelona.