sicnot

Perfil

Desporto

Mourinho reconhece erros na derrota frente ao Manchester City

O treinador do Chelsea, José Mourinho, pôs hoje em causa a justiça da derrota por 3-0 frente ao Manchester City, na Liga inglesa de futebol, apesar de reconhecer "erros individuais" dos seus jogadores.

Rui Vieira

"O segundo e terceiro golos resultam de erros individuais dos meus jogadores e quando isto acontece merecemos perder", disse Mourinho, afirmando apesar disso que os jogadores do City Fernandinho e Yaya Touré deveriam ter sido expulsos.

"Deviam ter acabado a partida com nove. Fernandinho deveria ter visto vermelho. Yaya Touré deveria ter visto o segundo amarelo aos 80 minutos", argumentou Mourinho, criticando depois a prestação dos seus jogadores.

Mourinho justificou ainda a substituição de John Terry, que na última época jogou integralmente todas as partidas.

"Substituir Terry foi uma decisão tática. Sabia que jogariam em contra-ataque e Zouma é o defesa mais rápido que temos. Mais rápido do que ele", justificou.

Para Mourinho, ganhou a partida "a melhor equipa na primeira parte", apesar de nos últimos 45 minutos o Chelsea ter dominado.

O Manchester City recebeu e venceu hoje o Chelsea, de José Mourinho, por 3-0, na segunda jornada da liga inglesa de futebol, que deixa os campeões em título a cinco pontos do grupo que lidera a prova.

Depois do empate 'caseiro' no jogo de estreia, os 'blues' procuravam a primeira vitória na liga inglesa no terreno de um dos adversários na luta pelo título, mas os comandados de Manuel Pellegrini acabaram por ser, no global, bem mais fortes do que o conjunto londrino.

O City entrou mais forte no jogo e logo no primeiro minuto criaram a primeira oportunidade de golo junto da baliza do bósnio Begovic, que substituiu o castigado Courtois e que entre os minutos 14 e 16 teve duas intervenções 'milagrosas' que impediram o primeiro golo da equipa da casa.

Ainda assim, Begovic nada pôde fazer para que ao minuto 31 o argentino Sérgio Agüero, depois de uma boa jogada individual, inaugurasse o marcador, materializando a superioridade do City.

Na segunda parte, o jogo equilibrou-se e passou a jogar-se mais longe das balizas. Em contra ataque, o Chelsea, pelo belga Hazard, desperdiçou a melhor oportunidade da equipa 'forasteira', que viu pouco depois o City encerrar definitivamente a questão do vencedor da partida.

No seguimento de um pontapé de canto batido por David Silva, o belga Vincent Kompany fez o 2-0, aos 79 minutos, e seis minutos depois o brasileiro Fernandinho, de novo assistido pelo espanhol, fez o 3-0 final.

Lusa

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.