sicnot

Perfil

Desporto

Valência bate Mónaco e está perto da fase de grupos da Champions

O Valência, de Nuno Espirito Santo, venceu esta quarta-feira o Mónaco, de Leonardo Jardim, por 3-1, na primeira mão do 'play-off' da Liga dos Campeões em futebol, que deixa os espanhóis perto da fase de grupos da competição.

A segunda mão joga-se na próxima terça-feira, 25 de agosto, em França.

A segunda mão joga-se na próxima terça-feira, 25 de agosto, em França.

© Heino Kalis / Reuters

No frente a frente entre equipas orientadas por treinadores portugueses, Nuno Espirito Santo acabou por levar a melhor sobre Leonardo Jardim, com os espanhóis do Valência a serem mais eficazes e a castigarem os erros defensivos cometidos pela equipa francesa.

Com o defesa Rúben Vezo a titular no centro da defesa, a equipa da casa adiantou-se no marcador aos quatro minutos, graças a um golo de ex-Benfica Rodrigo, mas, já na segunda parte, o Mónaco, que alinhou de início com Ricardo Carvalho, Ivan Cavaleiro e Bernardo Silva, chegou ao empate aos 49 minutos pelo croata Mario Pasalic.

Com a eliminatória empatada, o Valência voltou à vantagem no marcador, graças a um tento de Dani Parejo, aos 59 minutos, aproveitando uma boa assistência de Pablo Piatti, sendo que o resultado final foi fixado pelo argelino Sofiane Feghouli, aos 86 minutos.

No jogo com mais golos da noite, o Celtic recebeu e venceu o Malmo, por 3-2, num resultado que deixa a eliminatória em aberto para a segunda mão.

Para a equipa da casa 'bisou' o escocês Leigh Griffiths, aos três e 61 minutos, com o israelita Nir Biton a fazer o segundo golo da equipa da casa aos 10, sendo que os golos da equipa visitante foram apontados pelo ex-atacante do Celtic, Jo Berget, que 'bisou' aos 52 e 90+5 minutos.

Bem encaminhados para atingir a fase de grupos estão também os ucranianos do Shakhtar Donetsk, que foram à Áustria vencer o Rapid Viena, graças a um golo do brasileiro Marlos, aos 44 minutos, assim como os croatas do Dínamo de Zagreb, que, com os portugueses Eduardo, Ivo Pinto, Paulo Machado e Gonçalo, foram à Albânia vencer o Skenderbeu por 2-1.

A equipa da casa saiu na frente, com um golo do albanês Bledi Shkembi, aos 37 minutos, mas o argelino ex-Vitória de Guimarães Soudani fez o 1-1, aos 66 minutos, e o croata Josip Pivaric, no golo da noite, fez o 2-1 para os croatas.

Empatado a dois golos terminou o jogo entre o Basileia e o Maccabi Tel Aviv. Marcou primeiro a equipa israelita, por Eran Zahavi, aos 31 minutos, antes da equipa da casa 'virar' o marcador graças a golos de Delgado e Embolo, aos 39 e 88 minutos, com o golo do empate a ser marcado aos 90+6 de novo por Zahavi.

A segunda mão joga-se na próxima terça-feira, 25 de agosto.

Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.