sicnot

Perfil

Desporto

Hamilton vence, mas diz que "ainda é cedo" para falar no título de Fórmula 1

O campeão mundial Lewis Hamilton (Mercedes) alcançou hoje no circuito de Spa-Francorchamps a sua 39.ª vitória na Fórmula 1, sexta da época, impondo-se com tranquilidade no Grande Prémio da Bélgica, 11.ª prova do Mundial.

© Yves Herman / Reuters

Hamilton, que no sábado tinha garantido a 10.ª 'pole' da temporada, comandou a prova com tranquilidade desde o início, completando as 43 voltas ao circuito belga em 1:23.40,887 horas, e consolidando a liderança do mundial de pilotos.

O alemão Nico Rosberg terminou na segunda posição, a 2.058 segundos de Hamilton, permitindo uma "dobradinha" da Mercedes.

A oito provas do final do campeonato e com mais 28 pontos do que Rosberg, que é segundo do Mundial de pilotos, o britânico, que já tinha vencido na Bélgica em 2010 com a McLaren, considera que ainda é cedo para falar no título.

"Ainda é muito cedo para falar disso [do título mundial]. A chave para o sucesso é ir transformando poles em vitórias. Foi isso que aconteceu aqui", disse o britânico, que conquistou o seu primeiro título mundial em 2008.

Hamilton garantiu ter vivido um fim de semana bastante positivo e admitiu ter reduzido a velocidade quando viu rebentar um pneu de Sebastian Vettel (Ferrari), que "empurrou" o alemão para o 12.º lugar da classificação.

"Foi um fim de semana fantástico. Quando vi um dos pneus dos outros carros rebentar, fui muito cauteloso", disse, admitindo que isso permitiu a aproximação do seu colega de equipa.

Rosberg considerou que Hamilton foi "um justo vencedor" e reconheceu ter "errado no início da prova".

O francês Romain Grosjean (Lotus) terminou a prova na terceira posição, a 37,988 segundos de Hamilton, depois de ter largado da oitava posição da grelha.

Grosjean, que conseguiu o primeiro pódio do ano, foi ganhando posições e entrou na penúltima volta no quarto posto, atrás de Vettel.

O alemão foi obrigado a reduzir drasticamente a velocidade depois do rebentamento de um pneu, permitindo a subida do piloto da Lotus ao pódio.

O russo Daniil Kvyat (Renault) terminou em quarto, seguido por Sergio Pérez (Force India) e pelo brasileiro Filipe Massa (Wlliams).

Após 11 corridas, a Mercedes lidera a classificação de construtores, com 426, seguida de Ferrari e Williams, com 242 e 161, respetivamente.

A próxima prova do Mundial de Fórmula 1, o Grande Prémio de Itália, disputa-se a 06 de setembro, no circuito de Monza.

Lusa

  • Donaldtrumpi, a traça

    Mundo

    O investigador Vazrick Nazari decidiu dar o nome de Donald Trump a uma nova espécie de traça. O inseto foi descoberto na Califórnia e tem algo em comum com o Presidente dos Estados Unidos: uma pelagem loura muito parecida ao penteado de Trump.

  • Autocarro com seguranças atacado em Braga
    0:42

    Desporto

    Dois autocarros que transportavam elementos de uma empresa de segurança foram atingidos por tiros e pedras depois do jogo entre o Sporting de Braga e o Vitória de Guimarães. O ataque deu-se a poucos quilómetros do Estádio Municipal de Braga. A PSP e a PJ estiveram no local a recolher provas.