sicnot

Perfil

Desporto

Lionel Messi eleito o melhor jogador na Europa em 2014/15

O argentino Lionel Messi, do FC Barcelona, foi hoje eleito o melhor futebolista a atuar na Europa na época 2014/15, tornando-se o primeiro jogador a repetir a vitória no 'UEFA Best Player in Europe Award'.

© David Mdzinarishvili / Reuter

Messi, que já havia arrebatado a primeira edição, em 2010/11, sucede no palmarés ao português Cristiano Ronaldo (Real Madrid), que também era um dos três finalistas, tal como o uruguaio Luis Suárez (FC Barcelona).

Em 2014/15, o jogador de 27 anos totalizou 62 golos e 31 assistências, em 67 encontros, e ajudou o 'Barça' a vencer Liga dos Campeões, Liga espanhola e Taça do Rei, sendo ainda, com a Argentina, finalista da Copa América.

A eleição foi feita no Mónaco, por 54 jornalistas dos diversos países da UEFA.

Lusa

  • Governo lança linha de crédito de 100 M€ para empresas situadas no interior

    País

    As políticas de valorização do interior, tema escolhido pelo primeiro-ministro, António Costa, abriram o debate quinzenal na Assembleia da República. O primeiro-ministro anunciou que o Governo vai lançar uma linha de crédito de 100 milhões de euros destinada exclusivamente a pequenas e microempresas empresas situadas no interior, a par da reprogramação do Portugal 20/20.

    Direto

  • Cachalote-pigmeu morreu pouco tempo depois de dar à costa em Lisboa
    1:13
  • PSD compara SNS a um "cenário de guerra", Centeno desdramatiza
    2:44

    Economia

    O ministro das Finanças esteve esta amanhã no Parlamento e voltou a não comprometer-se com aumentos salariais na função pública no próximo ano. Deu mesmo a entender que a medida não é prioritária. A discussão passou também pelo Serviço Nacional de Saúde. Centeno desdramatizou as carências mas o PSD comparou o que s passa a um cenário de guerra.

  • 14 sacerdotes suspensos por abusos sexuais no Chile

    Mundo

    A diocese da cidade chilena de Rancagua anunciou na terça-feira a suspensão de 14 sacerdotes implicados num novo escândalo de abusos sexuais sobre jovens e menores. Todos eles pertenciam a um grupo de se autointitulou de "La Familia", segundo a investigação jornalística.