sicnot

Perfil

Desporto

Ana Cabecinha partilhou a alegria com a SIC pelo 4º lugar nos 20 km marcha

Ana Cabecinha partilhou a alegria com a SIC pelo 4º lugar nos 20 km marcha

A atleta partilhou com a SIC Notícias ao telefone a felicidade deste prémio que sabe a pódio e que lhe trouxe agora um novo alento para os próximos Jogos Olímpicos. Ana Cabecinha dedicou a "vitória" à família, em especial à mãe, falecida há 4 anos.

A recordista lusa percorreu os 20 quilómetros da prova em 1:29.29 horas, enquanto Vera Santos gastou 1:34.01 horas. A outra portuguesa em prova, Inês Henriques, cortou a meta com o tempo de 1:34.47 horas.

A chinesa Liu Hong, que é recordista mundial, conquistou a medalha de ouro, concluindo o percurso em 1:27.45 horas, enquanto a sua compatriota Lu Xiuzhi foi segunda classificada, com o mesmo tempo.

A ucraniana Lyudmyla Olyanovska (1:28.13 horas) foi terceira, subindo ao último lugar do pódio.

Liu Hong, de 28 anos, a ''jogar em casa'', confirmou assim o favoritismo que lhe era atribuído entre o extenso grupo de meia centena de atletas perante a ausência de nomes e, por conseguinte, candidatas a medalhas da Rússia -- potência de primeira linha na marcha.

Nem Elena Lashmanova, a campeã mundial que está suspensa desde o ano passado, por 'doping', nem sequer as marchadoras que ocupam o segundo e o quarto lugar do ''ranking'' do ano, levadas na voragem do escândalo que ''arrasou'' o centro de alto rendimento russo de Saransk participaram.

Com Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.