sicnot

Perfil

Desporto

Bruno Alves limitado no primeiro treino de Portugal

A seleção portuguesa de futebol começou esta segunda-feira a preparar a dupla jornada com França e Albânia, numa sessão de treino com muitas poupanças e em que o defesa Bruno Alves foi o único jogador que apresentou algumas limitações.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters

No Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril, o central do Fenerbahce trabalhou sempre à parte dos restantes selecionados de Fernando Santos, tendo realizado corrida e alguns exercícios com bola durante a meia hora que esteve no relvado.

Num treino que, ao contrário do que estava inicialmente agendado, foi totalmente aberto e teve cerca 500 adeptos a assistir, Fernando Santos efetuou uma breve palestra no início da sessão e, depois, dividiu o grupo, poupando os jogadores que no domingo atuaram pelas suas respetivas equipas, mais Cristiano Ronaldo.

Após habituais exercícios de aquecimento, o avançado do Real Madrid, Ricardo Carvalho, Adrien, Cedric, Bernardo Silva, Nani, João Mário e José Fonte fizeram corrida e alguns alongamentos, durante cerca de 40 minutos, regressando depois aos balneários.

Os restantes convocados trabalharam as transições ofensivas e terminaram o apronto, que durou pouco mais de uma hora, com a habitual 'peladinha', com destaque para a 'veia' goleadora de Éder e para um tento de belo efeito de Eliseu.

Na terça-feira, Portugal volta a treinar, e novamente no Estádio António Coimbra da Mota, desta vez às 10:30, com os primeiros 15 minutos abertos à comunicação social. Antes, dois jogadores vão marcar presença numa roda de imprensa.

Portugal defronta a França, na sexta-feira, no Estádio José Alvalade, num encontro particular, e, três dias depois, encontra a Albânia, em Elbasan, em jogo do Grupo I de qualificação para o Europeu de 2016.

A equipa das 'quinas' lidera o agrupamento, com 12 pontos, mais dois que a Dinamarca, que é segunda classificada, em igualdade pontual com a Albânia, terceira, mas com menos um jogo disputado.

Lusa

  • O encontro emocionado de Marcelo com a mãe de uma das vítimas dos fogos
    0:30
  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Depois de sair da autoestrada o vidro do carro ainda estava a ferver"
    2:01
  • "O fogo chegou de repente. Foi um demónio"
    2:15
  • O desabafo de um empresário que perdeu "uma vida inteira de trabalho" no fogo
    2:08
  • O testemunho emocionado de quem perdeu quase tudo
    2:10
  • As comunicações entre operacionais no combate às chamas em Viseu
    2:27
  • Houve "erros defensivos que normalmente a equipa não comete"
    0:38

    Desporto

    No final do jogo, quando questionado sobre a ausência de Casillas no onze do FC Porto, Sérgio Conceição referiu que a equipa apresentada era aquela que lhe oferecia garantias. Quanto ao jogo, o treinador portista reconheceu que a equipa cometeu vários erros defensivos.

  • "Cometemos erros e há que tentar corrigi-los"
    0:41

    Desporto

    No final do jogo em Leipzig, Iván Marcano desvalorizou a ausência de Iker Casillas e entendeu que o facto de o guarda-redes ter ficado no banco não teve impacto na equipa. Já sobre o jogo, o central espanhol garantiu que não correu da forma como os jogadores esperavam.

  • Norte-americana foi à discoteca e tornou-se princesa

    Mundo

    A história de Ariana Austin é quase como um conto de fadas moderno. A jovem vai até ao baile, onde conhece o seu príncipe. Só que a norte-americana foi a uma discoteca e, na altura, não sabia que Joel Makonnen era na verdade um príncipe da Etiópia e que casaria com ele 12 anos depois, tornando-se também ela numa princesa.