sicnot

Perfil

Desporto

Portugal começa a preparar dupla jornada com Moutinho em dúvida

A seleção portuguesa de futebol começa hoje a preparar o particular com a França e o encontro na Albânia, de qualificação para o Euro2016, com João Moutinho a ser a principal dúvida nos eleitos de Fernando Santos.

TIAGO PETINGA/LUSA

Mesmo a recuperar de lesão, o jogador do Mónaco foi convocado pelo selecionador nacional, que assumiu a esperança de poder contar com o médio pelo menos no segundo jogo, em Elbasan, na Albânia.

Moutinho faz parte de uma lista de 24 jogadores convocados de Fernando Santos, que inclui os regressos de Pepe, Miguel Veloso e Raphael Guerreiro.

Em sentido inverso, Fábio Coentrão, Pizzi e Daniel Carriço foram excluídos, enquanto William Carvalho, lesionado, e Tiago, castigado, são baixas.

Os 24 escolhidos pelo selecionador nacional concentram-se até às 13:00 numa unidade hoteleira de Cascais, estando agendado uma roda de imprensa com dois jogadores.

Às 17:00, Portugal efetua o primeiro treino, no Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril, com os primeiros 15 minutos abertos à comunicação social.

A seleção portuguesa defronta a França a 04 de setembro, no Estádio José Alvalade, num encontro particular, e, três depois, encontra a Albânia, em Elbasan, em jogo do Grupo I de qualificação para o Europeu de 2016.

A seleção portuguesa lidera o agrupamento com 12 pontos, mais dois que a Dinamarca, que é segunda classificada, em igualdade pontual com a Albânia, terceira, mas com menos um jogo disputado.

Lusa

  • Caravana com cinzas de Fidel chega este sábado a Santiago de Cuba
    2:01
  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.