sicnot

Perfil

Desporto

André Villas-Boas vai falhar seis jogos do Zenit por suspensão

O treinador do Zenit São Petersburgo, o português André Villas-Boas, foi esta quinta-feira suspenso por seis jogos, na sequência da expulsão na derrota caseira frente ao Krylia Sovetov (3-1), para a Liga russa de futebol.

André Villas-Boas, de 37 anos e que iniciou a terceira temporada ao serviço do atual campeão russo, foi expulso ainda na primeira parte do encontro frente ao Krylia Sovetov, disputado a 29 de agosto, por indicação do quarto árbitro, Ivan Saraev. (Arquivo)

André Villas-Boas, de 37 anos e que iniciou a terceira temporada ao serviço do atual campeão russo, foi expulso ainda na primeira parte do encontro frente ao Krylia Sovetov, disputado a 29 de agosto, por indicação do quarto árbitro, Ivan Saraev. (Arquivo)

© Wolfgang Rattay / Reuters

"O treinador principal do Zenit foi hoje suspenso durante seis jogos, além de ter sido multado em 1.300 euros", lê-se no sítio oficial do Zenit na Internet.

André Villas-Boas, de 37 anos e que iniciou a terceira temporada ao serviço do atual campeão russo, foi expulso ainda na primeira parte do encontro frente ao Krylia Sovetov, disputado a 29 de agosto, por indicação do quarto árbitro, Ivan Saraev.

No entanto, o técnico português, que foi expulso por sair da sua área técnica, confrontou o quarto elemento da equipa de arbitragem, chegando mesmo a 'encostar a cabeça' a Saraev.

O Zenit, que conta no plantel com os também portugueses Luís Neto e Danny, ocupa a terceira posição do campeonato, a a seis pontos do líder, o CSKA Moscovo.

Lusa

  • Militares da revolução denunciam corrupção nos órgãos de poder
    3:22

    País

    O presidente da Associação 25 de Abril acusa a classe política de não ter interesse em travar a corrupção em Portugal. Vasco Lourenço e Otelo Saraiva de Carvalho, dois dos militares da revolução, consideram que a corrupção está entranhada nos órgãos de poder e deve ser denunciada.

  • "Está prevista mais uma melhoria do rating para breve"
    2:46
  • Fábrica na Covilhã vai produzir para marcas de luxo
    1:47

    Economia

    A Covilhã foi a cidade portuguesa escolhida para a instalação de uma nova fábrica de produção de peças para marcas de luxo. O Grupo FM Industries Sycrilor vai reforçar o investimento na cidade e será responsável pelo polimento de metais para as marcas Louis Vuitton e Cartier.