sicnot

Perfil

Desporto

TVE lamenta acidente com Sérgio Paulinho

A TVE lamentou hoje o acidente provocado por uma mota da estação televisiva espanhola e que obrigou o português Sérgio Paulinho (Saxo-Tinkoff) a abandonar a Volta a Espanha em bicicleta.

facebook.com/pages/Sérgio-Paulinho-oficial

Em comunicado, a TVE "lamenta este incidente e as lesões que o corredor sofreu", assegurando "já ter falado com Paulinho e com o diretor da equipa, Patxi Vila, para aferir o estado do corredor, assim como para transmitir o lamento pelo ocorrido".

A estação televisiva detalha que o acidente ocorreu aproximadamente ao quinto quilómetro da 11.ª etapa da Vuelta, quando uma mota que assegurava a cobertura em direto e Paulinho "colidiram acidentalmente", lesionando o português.

Na sequência, Paulinho abandonou a corrida e foi transportado para um hospital, onde foi suturado com 17 pontos na perna, como confirmou depois o próprio, no seu Facebook.

"Acreditem ou não? Sérgio Paulinho foi abalroado hoje por uma moto da TVE e terminou no hospital. Que confusão", escreveu no Twitter Oleg Tinkov, o patrão da equipa do português, acrescentando depois: "Estou a considerar retirar a equipa da Vuelta2015, boicotar a ASO [Amaury Sport Organisation, organizadora do Tour e da Vuelta] por isso, não no pagam pela corrida e lesionam os corredores".

Este foi o segundo caso de atropelamento de um corredor da Tinkoff-Saxo nesta edição da Volta a Espanha, depois do incidente que levou ao abandono do eslovaco Peter Sagan, que liderava a classificação por pontos.

Com Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.