sicnot

Perfil

Desporto

Corona e Osvaldo estreiam-se a marcar pelo FC Porto em particular frente ao Penafiel

Os futebolistas Jesús Corona e Pablo Osvaldo, reforços do FC Porto para 2015/16, estrearam-se esta sexta-feira a marcar pelos 'dragões', num particular frente ao Penafiel (3-1) em que Sérgio Oliveira também 'faturou'.

O internacional italiano Pablo Osvaldo foi contratado no início do mês de agosto.

O internacional italiano Pablo Osvaldo foi contratado no início do mês de agosto.

© Duarte Sa / Reuters

O mexicano Jesús Corona assinou pelos 'azuis e brancos' segunda-feira, dia em que encerrou o mercado de transferências, enquanto o internacional italiano Pablo Osvaldo foi contratado no início do mês de agosto.

A sessão de trabalho dos 'dragões' contou ainda com a presença de três jogadores da equipa B, João Costa, Víctor García e Fede Varela, chamados para o jogo frente ao conjunto da II Liga, disputado no Centro de Treinos do Olival.

Ausentes do último treino semanal estiveram Maxi Pereira, Martins Indi, Danilo Pereira, André André, Varela, Brahimi, Aboubakar, Casillas, Miguel Layún, Herrera, Rúben Neves e Raúl Gudiño, ao serviço das respetivas seleções.

O plantel do FC Porto, que lidera a Liga portuguesa em igualdade pontual com Sporting e Arouca, vai agora gozar dois dias de folga, regressando aos trabalhos na segunda-feira, às 10:30 horas no Olival, com 15 minutos abertos à comunicação social.

  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32

    País

    Há cada vez mais homens e idosos a pedirem ajuda à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. Segundo o relatório anual da APAV conhecido esta segunda-feira, foram identificadas quase 10 mil vítimas de violência no ano passado. Cerca de 80% são mulheres casadas e com cerca de 50 anos.