sicnot

Perfil

Desporto

Advogada especialista em casos médicos apoia Eva Carneiro contra Mourinho

Uma das principais advogadas de casos clínicos desportivos em Inglaterra, Mary O'Rourke, apoiou hoje Eva Carneiro na polémica com o treinador do Chelsea, José Mourinho, a três dias da comissão médica da FIFA discutir o assunto.

Em causa estão as críticas de José Mourinho à médica Eva Carneiro, por esta ter entrado em campo durante o jogo com o Swansea, disputado no sábado, para assistir Hazard já em tempo de descontos e com o jogo empatado a dois golos. (Arquivo)

Em causa estão as críticas de José Mourinho à médica Eva Carneiro, por esta ter entrado em campo durante o jogo com o Swansea, disputado no sábado, para assistir Hazard já em tempo de descontos e com o jogo empatado a dois golos. (Arquivo)

Frank Augstein / AP

"Gostaria de ver a mensagem espalhada pelo mundo, e acho que a FIFA vai dizer o mesmo na sexta-feira. Eles [equipa médica] não fizeram nada de errado, porque os seus deveres eram tratar o jogador como um paciente e respeitar o árbitro", admitiu a advogada irlandesa, que ganhou importância no futebol inglês ao estar envolvida em casos médicos importantes.

De acordo com O'Rourke, esta é uma "questão de princípio" e o papel da equipa médica nos clubes é "cuidar dos jogadores" e não estarem atentos "às táticas da equipa".

O caso remonta ao encontro da primeira jornada do campeonato inglês, que terminou com um empate a duas bolas entre o Chelsea e o Swansea.

Nos minutos finais da partida, Eva Carneiro e o chefe de fisioterapia, Jon Fearn, entraram em campo, autorizados pelo árbitro, para assistirem um jogador belga Eden Hazard, que estava lesionado.

No final do jogo, José Mourinho criticou a entrada em campo da equipa médica e retirou os dois elementos do banco da equipa na jornada seguinte.

Há duas semanas, o presidente da comissão médica da FIFA, Michel D'Hooge, manifestou o seu apoio à equipa médica do Chelsea, o que "já seria de esperar", como disse o responsável.

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.