sicnot

Perfil

Desporto

Pep Guardiola afirma que teria jogado pela seleção da Catalunha

O treinador do Bayern Munique, Pep Guardiola, defendeu hoje a independência da Catalunha a nível desportivo e político, realçando que teria jogado pela seleção catalã.

© Michaela Rehle / Reuters

"Se houvesse uma seleção catalã, eu teria jogado pela Catalunha porque nasci em Santpedor" afirmou Guardiola numa entrevista difundida pelo Guanyarem, um movimento a favor da independência.

Guardiola conta com 47 jogos pela seleção espanhola, enquanto era jogador do FC Barcelona (1990-2001), e, mais tarde, foi o treinador que levou o clube catalão ao topo da Europa, 'colecionando' vitórias entre 2008 e 2012.

O atual treinador do Bayern Munique, de 44 anos, sempre deixou claro o seu apoio ao movimento da independência da Catalunha e afirma que a região quer gerir os seus "próprios recursos" e construir "um país socialmente mais estável e próspero para todos".

O nome de Guardiola consta na lista do movimento pela independência, mas como ocupa o último lugar não é esperado que ele ganhe assento no parlamento regional.

Outro defensor deste movimento é o jogador espanhol do FC Barcelona Gerard Piqué, que recentemente foi vaiado por alguns adeptos durante um jogo da seleção espanhola, frente à Eslováquia.

Este incidente levou o jogo particular frente à Inglaterra a ser transferido do Santiago Bernabéu, 'casa' do Real Madrid, para o Estádio José Rico Pérez, em Alicante.

As eleições regionais na Catalunha estão marcadas para o próximo dia 27 de setembro.

Lusa

  • "O bom senso obriga a acordo para a estabilização do sistema financeiro"
    2:06

    Economia

    O Presidente da República disse esta quarta-feira que "o bom senso obriga a que todos estejam de acordo para a estabilização do sistema financeiro". Num aparente recado a Passos Coelho, Marcelo apelou a um consenso de regime e avisou que "não há prazer tático que justifique o desgaste" provocado pelas divisões atuais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.