sicnot

Perfil

Desporto

Bobby Charlton felicita Rooney por bater o seu recorde de golos na seleção

O antigo futebolista Bobby Charlton felicitou hoje Wayne Rooney por ter ultrapassado o seu recorde de golos na seleção inglesa, na sequência do 50.º golo marcado pelo avançado do Manchester United no jogo frente à Suíça (2-0).

© Reuters Staff / Reuters

"Quero felicitar Wayne [Rooney] por se ter tornado o maior goleador da seleção inglesa", afirmou a antiga glória do futebol britânico, em declarações ao sítio oficial da Federação Inglesa de Futebol.

Bobby Charlton, antigo avançado também do Manchester United e que conquistou o único título Mundial da seleção inglesa em 1966, detinha o recorde de golos no conjunto dos 'Três Leões' desde 1968, embora empatado, desde 05 de setembro, com Rooney, que marcou um golo na vitória frente a São Marino (6-0).

"Jogar pelo meu país foi sempre uma honra e sempre tive muito orgulho em ser o detentor deste recorde, por isso, estou um pouco desiludido. No entanto, estou absolutamente radiante por ter sido Rooney a alcançá-lo, o capitão do meu clube e do meu país", acrescentou o antigo internacional.

Bobby Charlton, que venceu uma Taça dos Campeões Europeus ao serviço dos 'red devils' em 1967-68, numa final com o Benfica (4-1 após prolongamento), disse ainda que vai demorar até alguém bater o recorde de Rooney, a quem deseja a "continuação de muitos golos no clube e na seleção".

Wayne Rooney, de 29 anos e que soma já 107 internacionalizações, tornou-se o melhor marcador da seleção inglesa no jogo de terça-feira frente à Suíça (2-0), no qual 'faturou' o seu 50.º golo, aos 84 minutos.

A Inglaterra, inserida no Grupo E da qualificação para o Europeu2016, foi a primeira seleção a garantir o apuramento para a competição.

Lusa

  • Martial garante estar preparado para desafio de jogar no Manchester United
    0:40

    Desporto

    A seleção francesa está a preparar o jogo particular desta sexta-feira amanhã, com Portugal. Os franceses aterraram, esta quinta-feira, por volta das 13:00, no aeroporto de Lisboa. O avançado Anthony Martial está no centro das atenções, com a mudança do Mónaco para o Manchester United. Os 80 milhões envolvidos na transferência no último dia do mercado trouxe alguma surpresa. Foi a transferência mais cara deste verão e uma das mais caras de sempre. Ainda antes de partir com a seleção francesa para Portugal, Martial comentou a transferência. O avançado disse que a própria família ficou surpreendida pelos valores envolvidos, mas garante que está pronto para o desafio de jogar em Inglaterra.

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.