sicnot

Perfil

Desporto

Bobby Charlton felicita Rooney por bater o seu recorde de golos na seleção

O antigo futebolista Bobby Charlton felicitou hoje Wayne Rooney por ter ultrapassado o seu recorde de golos na seleção inglesa, na sequência do 50.º golo marcado pelo avançado do Manchester United no jogo frente à Suíça (2-0).

© Reuters Staff / Reuters

"Quero felicitar Wayne [Rooney] por se ter tornado o maior goleador da seleção inglesa", afirmou a antiga glória do futebol britânico, em declarações ao sítio oficial da Federação Inglesa de Futebol.

Bobby Charlton, antigo avançado também do Manchester United e que conquistou o único título Mundial da seleção inglesa em 1966, detinha o recorde de golos no conjunto dos 'Três Leões' desde 1968, embora empatado, desde 05 de setembro, com Rooney, que marcou um golo na vitória frente a São Marino (6-0).

"Jogar pelo meu país foi sempre uma honra e sempre tive muito orgulho em ser o detentor deste recorde, por isso, estou um pouco desiludido. No entanto, estou absolutamente radiante por ter sido Rooney a alcançá-lo, o capitão do meu clube e do meu país", acrescentou o antigo internacional.

Bobby Charlton, que venceu uma Taça dos Campeões Europeus ao serviço dos 'red devils' em 1967-68, numa final com o Benfica (4-1 após prolongamento), disse ainda que vai demorar até alguém bater o recorde de Rooney, a quem deseja a "continuação de muitos golos no clube e na seleção".

Wayne Rooney, de 29 anos e que soma já 107 internacionalizações, tornou-se o melhor marcador da seleção inglesa no jogo de terça-feira frente à Suíça (2-0), no qual 'faturou' o seu 50.º golo, aos 84 minutos.

A Inglaterra, inserida no Grupo E da qualificação para o Europeu2016, foi a primeira seleção a garantir o apuramento para a competição.

Lusa

  • Martial garante estar preparado para desafio de jogar no Manchester United
    0:40

    Desporto

    A seleção francesa está a preparar o jogo particular desta sexta-feira amanhã, com Portugal. Os franceses aterraram, esta quinta-feira, por volta das 13:00, no aeroporto de Lisboa. O avançado Anthony Martial está no centro das atenções, com a mudança do Mónaco para o Manchester United. Os 80 milhões envolvidos na transferência no último dia do mercado trouxe alguma surpresa. Foi a transferência mais cara deste verão e uma das mais caras de sempre. Ainda antes de partir com a seleção francesa para Portugal, Martial comentou a transferência. O avançado disse que a própria família ficou surpreendida pelos valores envolvidos, mas garante que está pronto para o desafio de jogar em Inglaterra.

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.