sicnot

Perfil

Desporto

Presidente da Liga espanhola condena vaias aos jogadores

O presidente da Liga espanhola de futebol profissional (LFP), Javier Tebas, demonstrou hoje o seu desagrado com os adeptos que vaiaram o defesa do FC Barcelona Piqué.

© Susana Vera / Reuters

Tebas afirmou que é contra os adeptos vaiarem qualquer "jogador da seleção espanhola, muito menos quando estão a jogar a fase de qualificação para o Euro2016".

"Eu gostaria de mandar em muitos sítios, contudo não mando na UEFA", comentou o presidente da LFP em relação à possibilidade de tomar qualquer tipo de medida por causa deste assunto.

O dirigente acrescentou que é em Espanha que estão "os melhores clubes e os melhores jogadores", assim como "os melhores dirigentes do mundo" que conseguem com que "os objetivos económicos e desportivos sejam cumpridos".

O incidente com Piqué, no jogo da seleção espanhola frente à Eslováquia, já levou a mudança do 'palco' do jogo particular de 'la roja' frente à Inglaterra, do Estádio Santiago Bernabéu, em Madrid, para o Estádio José Rico Pérez, em Alicante.

Lusa

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Metade dos moradores de Sandinha recusaram sair das casas
    3:14
  • Habitantes de Várzeas tentam regressar à normalidade
    2:48
  • Corpos da tragédia em Pedrógão guardados em camião de alimentos
    8:11

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Duarte Nuno Vieira, médico legista, esteve esta quinta-feira, na Edição da Noite, para comentar o que já foi feito e o que falta fazer em Pedrógão Grande, depois de ter sido atingido pelos incêndios. O presidente do Conselho Europeu de Medicina Legal defendeu que guardar os corpos das vítimas mortais num camião de alimentos foi uma "maneira de solucionar o problema da forma possível", visto que não há espaço no Instituto Nacional De Medicina Legal.

  • Johnny Depp sugere assassínio de Trump
    0:31