sicnot

Perfil

Desporto

Blatter diz que limitação de mandatos é só o primeiro passo na reforma da FIFA

O suíço Joseph Blatter, presidente demissionário da FIFA, defendeu hoje que a limitação de mandatos do presidente é "apenas o primeiro passo" no sentido de reformar o organismo que rege o futebol mundial.

Tsafrir Abayov

Blatter citou o político e filósofo italiano Nicolau Maquiavel para advertir os responsáveis pelo processo de reforma da FIFA, observando que "o novo legislador terá como inimigos todos os que eram beneficiados pelas leis antigas".

O dirigente suíço reagiu na sua crónica semanal na revista do organismo às declarações do presidente da Comissão Independente de Auditoria e Conformidade da FIFA, Domenico Scala, para quem a limitação de três mandatos para a presidência é "o ponto mais importante" do processo de reforma.

Para Blatter, que pouco tempo antes de se demitir tinha sido eleito, aos 79 anos, para o quinto mandato consecutivo, "as palavras do político e filósofo italiano Nicolau Maquiavel vão aplicam-se com propriedade à FIFA nos próximos meses".

Além de ter defendido que a limitação do cúmulo de mandatos é o ponto mais importante da reforma da FIFA, Scala revelou que disse a Blatter, no momento da sua reeleição, que "não devia ter-se candidatado a um quinto mandato".

O Comité de Reforma da FIFA foi constituído na sequência do escândalo de corrupção que abalou o organismo, do qual resultou a detenção de sete dos seus membros e a demissão do seu presidente, pouco tempo após ter sido reeleito para um quinto mandato consecutivo.

Lusa

  • Polémica "Supernanny" em debate hoje na SIC
    2:25
  • Será este o "momento mais Ronaldo" de sempre?

    Desporto

    Cristiano Ronaldo é protagonista de mais um momento que corre nas redes sociais. Depois de marcar o sexto golo do Real Madrid frente ao Desportivo da Corunha, o jogador português ficou ferido no rosto e foi obrigado a abandonar o campo. Mas antes, mesmo com a cara ensanguentada, pediu um telemóvel com "espelho" para ver a extensão do corte. Há quem brinque com a situação, dizendo que Ronaldo levou a sua obsessão com a sua imagem a um novo nível, mas há também quem desvalorize a situação.

    SIC

  • Democratas aceitam compromisso para acabar com shutdown nos EUA

    Mundo

    Os senadores democratas aceitaram esta segunda-feira um acordo orçamental provisório que vai permitir acabar com a paralisação parcial do Governo federal dos Estados Unidos, situação conhecida como shutdown, anunciou o líder da minoria democrata no Senado, Chuck Schumer.

  • Refeição de 1.100 euros em Veneza

    Mundo

    O centro de Veneza oferece os mais variados restaurantes. Com menu obrigatório, sem menu, com taxas, sem taxas, sentando ou em pé. Depois há aqueles restaurantes que cobram 1.100 euros por cinco pratos acompanhados por água. O caso aconteceu com quatro turistas japoneses, que depois de pagarem a conta, apresentaram queixa às autoridades. O presidente da Câmara da cidade italiana já disse que ia investigar a situação e, caso se confirmasse, prometeu que iria castigar os responsáveis.

    SIC