sicnot

Perfil

Desporto

Roberta Vinci vence Venus Williams e confirma inédita final italiana

A italiana Roberta Vinci qualificou-se hoje para a final do US Open em ténis, quarto 'Grand Slam' da temporada, ao derrotar a favorita norte-americana Serena Williams, por 2-6, 6-4 e 6-4.

© Mike Segar / Reuters

Na segunda meia-final do dia, a segunda surpresa, ambas favoráveis a jogadoras italianas, com Flavia Pennetta e Roberta Vinci a escreverem história no ténis italiano, que, pela primeira vez, e logo a dobrar, tem uma representante na final de um 'major'.

Quanto a Serena Williams, acabou por ver desfeito o sonho de conseguir o 'Grand Slam' de calendário, acabando derrotada no último 'major' da temporada, no qual defendia também o titulo conquistado em 2014.

A norte-americana, destacada líder do 'ranking' WTA, era a grande favorita para este encontro, até porque, aos 32 anos, Vinci, 43.ª jogadora mundial, nunca tinha chegado tão longe num grande torneio na variante de singulares.

'Empurrada' pelo público, Serena entrou no jogo mais assertiva do que a italiana, que acabou derrotada no primeiro parcial face a 16 'winners' de Serena, contra apenas três seus.

Mas, nos segundo e terceiro parciais, a italiana melhorou o seu serviço e encontrou antidoto para o jogo agressivo, mas pouco assertivo, de Serena, conseguindo quebrar o serviço por uma vez no segundo 'set' e por duas no terceiro.

Com um duplo 6-4 nos segundo e terceiro parciais, fechados em 2:00 horas de encontro, a italiana marcou encontro na final de sábado com a compatriota Flavia Pennetta, que momentos antes superou a romena Simona Halep rumo à final de sábado.

Lusa

  • Fogo em Sabrosa entrou em fase de resolução

    País

    O incêndio que deflagrou terça-feira em Vilela do Douro, Sabrosa, distrito de Vila Real, entrou a meio da manhã de hoje em fase de resolução, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

  • Governo garante reforço das verbas para defesa da floresta até ao fim do ano
    2:37

    País

    O Governo rejeitou centenas de candidaturas com projetos para a prevenção de incêndios florestais, por falta de verbas. Perante a situação, o Bloco de Esquerda questionou o Ministério da Agricultura sobre as reprovações. Contudo, contactado pela SIC, o ministro Capoulas Santos garantiu que o programa de desenvolvimento rural está a ser reajustado e, até ao final do ano, está previsto o reforço de verbas.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.