sicnot

Perfil

Desporto

Roberta Vinci vence Venus Williams e confirma inédita final italiana

A italiana Roberta Vinci qualificou-se hoje para a final do US Open em ténis, quarto 'Grand Slam' da temporada, ao derrotar a favorita norte-americana Serena Williams, por 2-6, 6-4 e 6-4.

© Mike Segar / Reuters

Na segunda meia-final do dia, a segunda surpresa, ambas favoráveis a jogadoras italianas, com Flavia Pennetta e Roberta Vinci a escreverem história no ténis italiano, que, pela primeira vez, e logo a dobrar, tem uma representante na final de um 'major'.

Quanto a Serena Williams, acabou por ver desfeito o sonho de conseguir o 'Grand Slam' de calendário, acabando derrotada no último 'major' da temporada, no qual defendia também o titulo conquistado em 2014.

A norte-americana, destacada líder do 'ranking' WTA, era a grande favorita para este encontro, até porque, aos 32 anos, Vinci, 43.ª jogadora mundial, nunca tinha chegado tão longe num grande torneio na variante de singulares.

'Empurrada' pelo público, Serena entrou no jogo mais assertiva do que a italiana, que acabou derrotada no primeiro parcial face a 16 'winners' de Serena, contra apenas três seus.

Mas, nos segundo e terceiro parciais, a italiana melhorou o seu serviço e encontrou antidoto para o jogo agressivo, mas pouco assertivo, de Serena, conseguindo quebrar o serviço por uma vez no segundo 'set' e por duas no terceiro.

Com um duplo 6-4 nos segundo e terceiro parciais, fechados em 2:00 horas de encontro, a italiana marcou encontro na final de sábado com a compatriota Flavia Pennetta, que momentos antes superou a romena Simona Halep rumo à final de sábado.

Lusa

  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.