sicnot

Perfil

Desporto

Treinador do Real Madrid queixa-se dos jogos internacionais "insignificantes"

O treinador do Real Madrid, Rafa Benitez, queixou-se hoje da realização de jogos internacionais "insignificantes", depois de os futebolistas James Rodriguez e Danilo regressarem lesionados das suas respetivas seleções nacionais.

© Michaela Rehle / Reuters

"Sabemos que as situações com as seleções às vezes conduzem a estes problemas. Ter jogadores internacionais faz com que o risco seja maior. Chegavam-nos notícias do Danilo e do James que nos incomodavam um pouco, mas isso acontece. Dois jogadores que jogaram muito bem não vão poder participar [no próximo jogo] e agora temos que tirar o rendimento do resto do plantel", afirmou Benitez.

O Real Madrid desloca-se no sábado a Barcelona para defrontar o Espanyol, partida que conta para a terceira jornada do campeonato às 15:00 (hora de Lisboa), e não vai poder contar com o colombiano James Rodriguez e o brasileiro Danilo, o que fez com que o treinador dos madridistas declarasse que, nestes casos, os clubes devem ser "indemnizados".

"São demasiados jogos, como referi no fórum [de treinadores] em Nyon [Suíça], mas não sou eu que crio as leis, apenas dou a minha opinião como treinador. Vêm-se jogadores que vão disputar jogos insignificantes. Não só os amigáveis, como também os oficiais. Jogos que acabam 7-0 ou 8-0, que, se se fizessem grupos prévios e os melhores jogassem contra os melhores para disputarem a passagem, seria melhor", rematou o treinador espanhol.

Lusa

  • Debate quinzenal com o primeiro-ministro

    País

    A situação económica e financeira foi o tema escolhido pelo Governo, mas a polémica da descida da Taxa Social Única dominará certamente a discussão na Assembleia da República. Veja aqui em direto e participe no Minuto a Minuto Parlamento Global/SIC.

    Direto

  • MIT quer humanos a ajudar máquinas a decidir (quem morre)

    Mundo

    A "Máquina Moral" é uma plataforma online que recolhe a perspetiva humana em decisões que terão de ser tomadas por uma máquina. Por exemplo, quando um carro sem condutor se depara com o dilema do mal menor: em quem acertar - para evitar outros - num acidente de viação.

  • Daesh transforma drones em bombardeiros 

    Daesh

    As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.